“Domingo Sangrento” que inspirou “Sunday Blood Sunday, do U2, completa 50 anos

Redação 89

“Domingo Sangrento” que inspirou “Sunday Blood Sunday, do U2, completa 50 anos imagem divulgação

Há exatos 50 anos, em 30 de janeiro de 1972, aconteceu o “Domingo Sangrento”, em Derry, na Irlanda do Norte. Um total de 14 pessoas, seis delas menores de idade, foram assassinadas pela polícia porque protestavam contra a dominação inglesa.

O caso inspirou um dos maiores clássicos do rock, “Sunday Bloody Sunday” do U2, que utilizou uma base melancólica, guitarra com riffs secos e uma batida militarista com tambores gravados com o eco natural da escadaria do Windmill Lane Studios. O objetivo era criar uma atmosfera perfeita para a letra que faz referência ao horror gerado pelas tropas britânicas que atiraram contra os manifestantes.

Faixa do álbum War, de 1983, “Sunday Bloody Sunday” criou polêmica em suas primeiras reproduções nas rádios fazendo com que a banda tivesse que reafirmar sua mensagem de violência antisectária ao longo dos anos. “This song is not a rebel song”, diz Bono no início da versão ao vivo da música, que se tornaria a mais tocada pelo grupo irlandês.

“Essa música será cantada onde quer que haja fãs de rock”, disse o vocalista do U2 antes do lançamento do single em 21 de março de 1983.

Neste domingo, a banda compartilhou uma versão intimista com Bono e The Edge. Confira abaixo:



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS