Eric Howk, guitarrista do Portugal The Man: “Vamos chegar com um som alto e pesado”, sobre show no Lolla

Pamela Espindola

Eric Howk, guitarrista do Portugal The Man: “Vamos chegar com um som alto e pesado”, sobre show no Lolla Imagem divulgação

A 89 conversou por telefone com o Eric Howk, guitarrista do Portugal The Man, uma das atrações confirmadas do Lollapalooza Brasil 2019, com promoção 89.

O Portugal The Man está trabalhando em um novo álbum, Eric disse que a banda já gravou em três estúdios, com pessoas diferentes: “Nós estamos fazendo acontecer. Temos alguns amigos que nos gravaram em Portland, estamos direto em Los Angeles…nós estivemos ocupados nos últimos tempos”, completou o guitarrista.

Howk não revelou o nome do disco ou de alguma música, mas prometeu um trabalho muito especial: “Estamos tentando fazer o melhor álbum que conseguirmos”, ressaltou o artista.

Os caras se apresentaram no Lollapalooza 2014, Eric conta que não acompanhou a banda nesse show e que nunca esteve no Brasil: “Tudo o que os caras me disseram foi o quão bem eles foram recebidos e como o Brasil foi ótimo para a banda. Eu vi algumas fotos e estou muito ansioso”, disse o músico empolgado.

Sobre as expectativas para o show do Portugal The Man no Lollapalooza 2019, o guitarrista promete um som alto e pesado.

Eric Howk ainda falou sobre fazer covers, o sucesso da música “Feel It Still”, além de outras curiosidades. Utilize o player abaixo e ouça a conversa na íntegra, disponibilizada no canal oficial do YouTube da 89 A Rádio Rock. Quem trocou uma ideia com o guitarrista foi o nosso produtor Wendell Correia:

Transcrição da entrevista:
89FM: O Portugal The Man deu uma pausa na turnê antes de voltar aos shows. O que vocês têm feito nesses dias de folga?
ERIC HOWK: Nós ficamos dois anos seguidos em turnê, tocamos em quase todos os lugares do mundo. Agora temos que preparar um álbum, então temos que fazer músicas novas e depois vamos para os lugares que queremos. E agora nós vamos até vocês (América do Sul) se apresentar. Nós vamos para o estúdio todos os dias, estamos escrevendo um material novo, trabalhando nisso. Tem sido muito louco cara.

89FM: Vocês estão só compondo ou já começaram a gravar essas novas músicas?
ERIC HOWK: Nós já estivemos em três estúdios, trabalhando com pessoas diferentes. Nós estamos fazendo acontecer. Temos alguns amigos que nos gravaram em Portland, estamos direto em Los Angeles…nós estivemos ocupados nos últimos tempos.

89FM: E o que você pode nos contar desse novo álbum? Algum nome? Algo sobre alguma música?
ERIC HOWK: Ah, ainda não temos um nome, só estamos fazendo o que sempre fazemos. Estamos tentando fazer o melhor álbum que conseguirmos. Tem sido mais a parte de compor e tentando escrever o maior número de músicas possível. As músicas que já temos estão começando a fazer sentido, estamos no processo. Gostamos de mostrar as músicas uns para os outros e gravá-las em um modo que tenha sentido. Estamos chegando perto, eu ainda não posso te dizer nenhum nome e te falar nada sobre elas, mas está tudo funcionando bem.

89FM: O Portugal The Man esteve no Brasil em 2014 no Lollapalooza. O que vocês lembram desse show?
ERIC HOWK: Você sabe o que é louco? Eu cresci com os caras, eu também sou do Alaska, eu estive dentro e fora de banda por um tempo, mas eu nunca estive aí (no Brasil). Eu não estava em 2014 pessoalmente, então eu estou muito empolgado e animado. Eu só estive no hemisfério sul algumas vezes e eu nunca fui pro Brasil. Para mim é a primeira vez. Tudo o que os caras me disseram foi o quão bem eles foram recebidos e como o Brasil foi ótimo para a banda. Eu vi algumas fotos e estou muito ansioso. Eu sei que eles também estão animados para nossa volta, mas pra mim vai ser ainda mais especial. Vou conseguir o carimbo no passaporte e vai ser demais!

89FM: E o que podemos esperar do show do Portugal The Man no Lollapalooza Brasil 2019?
ERIC HOWK: Esses shows do Lollapalooza na América do Sul vão ser os primeiros depois de muito tempo. Então vamos tirar a poeira dos instrumentos e voltar a ativa. Nós vamos chegar com um som alto e pesado, trazer tudo o que sempre trazemos no show. Então teremos projeção e toda nossa produção. Nós estamos muitos animados pra tocar aí. O que os caras falaram sobre o Brasil é que é um lugar ótimo para voltarmos e tocar rock n’ roll.

89FM: Durante os shows vocês costumam fazer covers do Metallica, Pink Floyd e algumas vezes Black Sabbath, entre outros. Eles são as maiores influências da banda?
ERIC HOWK: Sim! Eu ainda não sei se seguiremos com os mesmos shows da turnê recente e não tocamos esse show no Brasil. Há um ano e meio estamos tocando a versão instrumental de “For Whom The Bells Tolls” do Metallica e é uma música ótima pra abrir o show. Normalmente você pode esperar que façamos alguns covers. Tomara que a gente continue tocando essa música, porque é muito divertido já começar com Metallica.

89FM: Nessa última turnê, o Beavis and Butt-head (animação que passava na MTV e fez muito sucesso na década de 1990) anunciavam os shows do Portugal The Man. Eles vão anunciar aqui no Brasil também?
ERIC HOWK: (Risadas) Eu espero que sim, cara. Aquele vídeo foi, provavelmente, a coisa mais legal que eu já fiz parte. Eu lembro da primeira vez que eu vi o vídeo. Pra quem não ficou sabendo ou não viu, o Mike Judge (o criador do Beavis and Butt-head), meio que saiu da aposentadoria e fez um vídeo novo deles anunciando o Portugal The Man, que foi muito louco. Ele não fazia alguma coisa com os personagens há muito tempo e eu espero que a gente possa usá-los aqui também, porque é muito legal. Quando eu era pequeno eu nunca achei que os meus ídolos iriam me apresentar, mas aconteceu.

89FM: A música “Feel It Still” é um grande sucesso em todo mundo. Vocês esperavam isso? O que a música significa para você?
ERIC HOWK: A gente sempre soube que era uma música boa. Quando nós gravamos, sabíamos que tinha algo especial e começamos a colocá-la em nosso setlist antes de ser lançada. Antes até de qualquer um ouví-la na rádio. Queríamos deixá-la redonda, e é difícil porque é uma música com o tom super alto, então não é fácil de tocar. Ela já começa com uma batida específica e você fica bem exposto quando toca essa música e nós não fazemos nada de playback ou algo do tipo. Quando nós tocamos é só aquilo que está acontecendo no palco, sem samples nem nada. No começo era só uma questão de acertar os detalhes e tocá-la direito. Nós decidimos tocá-la nos shows, ver como ela era recebida, e só depois lançar o álbum. Foi muito louco. A primeira pessoa que deu uma moral para a música foi o Lars Ulrich, baterista do Metallica. Ele tem um podcast aqui nos Estados Unidos e ele tocou “Feel It Still” no programa dele e ela foi proclamada a “Música do Verão”, então ele a tocava direto. Na semana seguinte, num programa chamado Today Show, que é um programa matinal que é assistido pelas mães e é líder de audiência (uma espécie de Encontro com Fátima Bernardes dos EUA), chamou “Feel It Still’ de a música do verão deles também. Logo depois do lançamento, temos todas as mães dos Estados Unidos chamando “Feel It Still” de a música do verão delas. Então tudo depois disso foi um sucesso, a música começou a tocar em todas as rádios e é louco, ela é ainda a minha favorita. Eu adoro tocar e eu vou fazer isso pro resto da minha vida para as pessoas que querem ouvi-la.

89FM: Você quer deixar uma mensagem para os fãs do Brasil?
ERIC HOWK: Eu sei que o país de vocês é lindo e eu estou muito animado. Mais animado do que eu já estive para ir para qualquer lugar do mundo.

89FM: Tem algumas outras bandas novas que estão fazendo muito sucesso como Twenty One Pilots e Greta Van Fleet, que também vão tocar no Lollapalooza. Qual é a sua opinião sobre essas bandas?
ERIC HOWK: Eu ainda não vi o line up direito. Eu acho legal demais o Greta Van Fleet, acho que eles estão trazendo as guitarras de volta. Eu os assisti no Saturday Night Live e eu adorei. Acho demais o que eles estão fazendo, estão tocando rock n’ roll e estão fazendo isso ao vivo. Twenty One Pilots, eles são gigantes. Quem mais está no line up?
Arctic Monkeys, Kings Of Leon, Lenny Kravitz, Interpol, Snow Patrol, Bring Me The Horizon…várias bandas.
ERIC HOWK: Legal demais, espero conseguir assistir a maior quantidade de shows possível. Esse line up está muito louco, bom demais. Agora estou ainda mais ansioso, é legal fazer parte disso. É um prazer dividir o palco com tanta gente boa e é sempre legal conviver com eles no backstage e nas áreas reservadas para as bandas.

Vão ter também alguns rappers como Post Malone e Kendrick Lamar. Você gosta de Rap?
ERIC HOWK: Ah, eu amo o Kendrick Lamar! Eu lembro de ver o Kendrick no Grammy, tanto o discurso dele, quanto a performance foram demais e uma experiência incrível. Ele é ótimo! Tem o lado artístico dele, ele só faz o que quer e como quer, ele é demais. Esse é um show que eu vou querer ver, então se alguém estiver a fim também, durante do show do Kendrick, você sabe onde me encontrar.

O Lollapalooza Brasil 2019 acontecerá novamente em três dias: 5, 6 e 7 de abril de 2019, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. As entradas para o festival podem ser adquiridas pelo site oficialdo evento. O Portugal The Man se apresenta no primeiro dia do festival, na sexta-feira, dia 5 de abril. Fique ligado em nossas redes sociais e fique por dentro do que vai rolar no Lolla!



NOTÍCIAS RELACIONADAS


COMPARTILHE