Único álbum do Temple Of The Dog completa 30 anos

Redação 89

Único álbum do Temple Of The Dog completa 30 anos imagem divulgação

Há exatos 30 anos, em 16 de abril de 1991, o Temple Of The Dog lançava o único álbum de um dos projetos musicais mais celebrados do cenário musical de Seatte do início dos anos 90. O objetivo do disco homônimo era homenagear Andrew Wood, vocalista das bandas pioneiras do grunge Mother Love Bone e Malfunkshun, e que havia morrido no início de 1990.

O supergrupo foi formado por dois membros do Soundgarden, o vocalista Chris Cornell e o baterista Matt Cameron; dois ex-membros do Mother Love Bone, o guitarrista Stone Gossard e o baixista Jeff Ament; além do guitarrista Mike McCready e Eddie Vedder, que fez vocais de apoio. Naquela época, Vedder, McCready, Ament e Gossard ainda davam os primeiros passos com o Pearl Jam.

De imediato, o álbum do Temple Of The Dog não fez muito sucesso, mas acabou sendo beneficiado com o estouro mundial do disco Ten do Pearl Jam. A partir daí, a mídia começou a dar atenção maior para o projeto e os singles “Hunger Strike”, “Say Hello 2 Heaven”, “Pushin Forward Back” e “Reach Down” se tornaram marcas de um novo e forte movimento que se formava.

Em 2016, a banda comemorou os 25 anos do lançamento com shows pontuais pelos Estados Unidos e ainda disponibilizou uma versão delux do álbum com demos inéditas e outtakes de estúdio como bônus, além de um vídeo com uma nova mixagem do clássico “Hunger Strike”.

Chris Cornell, ouvido na ocasião pela Rolling Stone, revelou que seria interessante registrar um segundo álbum da banda, mas isso seria algo bastante trabalhoso. “Teria que ser um material realmente muito bom, mas sem a necessidade de tentar superar o primeiro disco”, comentou o saudoso vocalista.

No player abaixo está disponível a versão delux de um dos álbuns mais importantes da década de 90:

Aqui o vídeo em HD do clássico “Hunger Strike”:



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS