Como Ajudar
SUPERBANNER BONÉ RS

Editoras de música processam Twitter por violação de direitos autorais

Redação 89

Editoras de música processam Twitter por violação de direitos autorais Foto: Sanket Mishra (Via Pexel)

O Twitter está enfrentando um processo judicial de alto valor movido por editoras de música, que alegam violação de direitos autorais por parte da plataforma. De acordo com o New York Times, a National Music Publishers’ Association (NMPA) entrou com a ação em nome de 17 grandes editoras de música, buscando uma indenização impressionante de US$ 250 milhões (equivalente a R$ 1,2 bilhão).

De acordo com o processo, aberto em um tribunal federal no Tennessee, nos Estados Unidos, o Twitter permitiu que seus usuários compartilhassem músicas protegidas por direitos autorais sem a devida autorização, resultando em uma violação “maciça” dos direitos autorais. O Twitter é acusado de explorar videoclipes protegidos, apresentações ao vivo e outros vídeos musicais para aumentar o valor de sua plataforma e manter o engajamento dos usuários.

As editoras alegam que o Twitter foi alertado várias vezes por meio de notificações de direitos autorais, mas não tomou as medidas adequadas para lidar com as perdas financeiras significativas sofridas pelos criadores de conteúdo musical.

O objetivo dessa ação legal contra o Twitter é responsabilizar a plataforma, liderada por Elon Musk, por sua suposta falta de ação, com a esperança de que isso sirva como exemplo para futuras violações de direitos autorais na plataforma.

Até o momento, o Twitter não emitiu nenhum comentário ou resposta oficial em relação ao processo movido pelas editoras musicais. Enquanto isso, outras plataformas como TikTok, Facebook, Instagram, YouTube e Snapchat conseguiram firmar acordos de licenciamento com sucesso com as editoras de música.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS