Promoção - EU QUERO IR AO SUMMER BREEZE 89

Rafael Bittencourt coloca Andre Matos no mesmo patamar de Freddie Mercury

Redação 89

Rafael Bittencourt coloca Andre Matos no mesmo patamar de Freddie Mercury imagem divulgação

O Canal Amplifica, de Rafael Bittencourt no YouTube, recebeu Hugo Mariutti em seu mais recente episódio. Os dois foram os maiores parceiros musicais de Andre Matos, saudoso vocalista do Viper, Angra e Shaman.

No bate-papo entre eles acabou rolando a comparação entre o talento do companheiro de composições com Freddie Mercury. Conforme transcrição feita nesta quarta-feira (15) pelo portal Whiplash.Net, eles foram questionados sobre qual música mais se orgulham de ter feito com Matos.

“Quando comecei a compor com o Andre Matos, comecei a pensar de um jeito diferente. Comecei a ver como ele fazia as coisas e aprendi muito”, revelou Mariutti. Ele continuou: “Eu conhecia vocês na época do Angra, via os ensaios e tal. Depois, veio o lance do Shaman e quando fomos gravar o disco, dividi o quarto com o Andre. Passamos uns 60 dias e aprendi muito. É difícil escolher a que mais me orgulho, mas a ‘Born To Be’ eu levei a estrutura e ele estava tocando no piano. Ele cantou um negócio em cima e ficou muito bom”.

Bittencourt completou: “Ele era muito rigoroso com as regras de como compor música. Ele era bem mais erudito e prestava atenção nessa coisa da linguagem. Quando penso nisso, sempre me lembro de um vídeo do Frank Zappa que uma pessoa pergunta sobre a concepção dele na guitarra e ele diz que não toca como a maioria. Para mim, foi um privilégio na minha vida ter encontrado o Andre Matos. Primeiro, porque talvez eu nem estivesse aqui. Ele já tinha dois discos com o Viper, conhecia o pessoal da gravadora no Japão. Eu cortei caminho graças ao Andre. Comecei com 19 anos inexperiente já com um sistema. Segundo, agradeço o privilégio de ter trabalhado com um dos maiores músicos que já existiu. Colo ele no mesmo patamar do que o Freddie Mercury. Claro que o Freddie é mais conhecido, mas em termos de capacidade e talento eles são iguais. Eu tenho uma memória especial que é a ‘Never Understand’. Lembro do momento do aprendizado, tinha o baião com heavy metal”, concluiu Bittencourt.

O trecho com a declaração de Bittencourt está AQUI e no player abaixo você tem o episódio na íntegra:



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS