Como Ajudar
SUPERBANNER BONÉ RS

Arctic Monkeys: veja como foi o show mais esperado do Primavera Sound São Paulo

Redação 89

Arctic Monkeys: veja como foi o show mais esperado do Primavera Sound São Paulo Foto: Anderson Carvalho

Por Gabriel Alegreti

O Arctic Monkeys foi a principal atração do Primavera Sound São Paulo, dia 5 de novembro, primeiro dia do festival, no Distrito Anhembi. Eles começaram com um pouco de atraso e abriram o show com “Sculptures Of Anything Goes” – 3ª faixa do álbum novo, The Car. A próxima música, mudando o ritmo e fazendo a galera pular, foi “Brianstorm”. Em seguida, para manter a animação do público, a banda tocou o clássico “Snap Out Of It” do álbum que também é um clássico, o AM. Depois disso, foi a vez de “Crying Lightning” e “Don’t Sit Down ‘Cause I’ve Moved Your Chair”.

Até aquele momento, o Arctic tocou 5 músicas de 5 álbuns diferentes. Eles retomam o AM com o hit “Why’d You Only Call Me When You’re High?” e seguem para o álbum novo com “Body Paint”. O segundo single do The Car, considerado como uma das melhores músicas do álbum, foi muito bem recebido pelos fãs. “Four Out Of Five” e “Arabella” foram tocadas em seguida. Depois de tocarem um dos seus maiores sucessos, eles tocaram “Potion Approaching” e “The Car”, faixa homônima do último álbum. “Cornerstone”, que rolou em seguida, foi um “warm up” para a tão esperada “Do I Wanna Know”.

O show continuou com “Tranquility Base Hotel + Casino”, “Pretty Visitors”, “Do Me a Favour”, “From the Ritz to the Rubble” até chegar na última música antes do bis, que foi a estrondosa “505”.

Para fechar a apresentação do Primavera, o Arctic Monkeys volta ao palco com “There’d Better Be a Mirrorball”, mas sem a introdução no piano feita pelo “frontman” Alex Turner. E pra finalizar o show mais esperado do festival, eles tocaram “I Bet You Look Good on the Dancefloor” e a calorosa “R U Mine?”.

A apresentação aconteceu no palco “Beck’s”, às 22 horas e 10 minutos. O público reclamou do espaço pela quantidade de árvores na frente e ao redor do palco, que atrapalhavam a exibição do telão. Teve gente que subiu nas árvores, mas a equipe de bombeiros entrou no meio da multidão para tirá-los de lá. Além disso, o Arctic Monkeys apostou num setlist que privilegiou a discografia da banda, o que fez a transição entre as músicas serem maiores que o normal. Músicas como “I Wanna Be Yours” ficaram de fora da apresentação.

Porém, foi uma ótima performance. A galera estava bem energética e a banda respondeu diretamente a isso. Os paulistanos ficaram com um gostinho de quero mais e estão ansiosos para um show solo da banda aqui na capital.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS