SUPERBANNER BONÉ RS

Criticado por Serj Tankian, Imagine Dragons explica decisão de tocar no Azerbaijão

Redação 89

Criticado por Serj Tankian, Imagine Dragons explica decisão de tocar no Azerbaijão imagem divulgação

Em recente entrevista para à Metal Hammer, Serj Tankian, do System Of A Down, disse que não considera os integrantes do Imagine Dragons como seres humanos, após a banda ignorar seu pedido para que não se apresentassem no Azerbaijão, país acusado por boa parte da comunidade internacional de causar uma catástrofe humanitária.

Dan Reynolds, vocalista do Imagine Dragons, abordou essa decisão da banda em uma nova entrevista que a Rolling Stone publicou nesta terça-feira (02). O cantor afirmou: “Não acredito em privar nossos fãs que querem nos ver tocar por causa dos atos de seus líderes e seus governos”.

Reynolds destacou a natureza complexa de decidir onde se apresentar, insinuando que boicotar países com base nas ações de seus governos poderia acabar com a indústria da música ao vivo, devido à presença de lideranças corruptas em todo o planeta: “Acho que é um terreno muito escorregadio. Acho que no segundo em que você começa a fazer isso, há líderes corruptos e belicistas em todo o mundo, então: onde você traça a linha?”.

Quando confrontado pelo entrevistador com a declaração de Tankian, simplesmente reafirmou sua posição: “Acho que acabei de dizer isso. É uma ladeira escorregadia e nunca vou privar nossos fãs de tocar por eles”.

Os comentários do vocalista do Imagine Dragons ocorrem em meio a debates contínuos sobre a ética dos artistas de realizar shows em países com climas políticos controversos, ressaltando a tensão entre expressão artística e responsabilidade política, o que leva para uma profunda divisão dentro da comunidade musical como nunca antes ocorreu.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS