SUPERBANNER BONÉ RS

Placebo: documentário “This Search For Meaning” chega em setembro aos cinemas

Redação 89

Placebo: documentário “This Search For Meaning” chega em setembro aos cinemas Foto: Mads Perch

Abramorama anunciou hoje que adquiriu os direitos de distribuição mundial do documentário de longa-metragem This Search For Meaning. Esse filme intimista e esclarecedor explora as ideias que habitam as letras e o tema das músicas do Placebo, ao mesmo tempo em que traça sua evolução como grupo e como seres humanos. É uma exploração do processo criativo e do estilo de vida rock ’n’ roll, juntamente com suas inevitáveis consequências. A Abramorama lançará o filme nos cinemas em setembro.

Desde que saiu da obscuridade na década de 1990 com músicas provocantes como “Nancy Boy” e “Bruise Pristine”, o Placebo trilhou um caminho decididamente fora de moda na cena descaradamente machista do Britpop para explorar assuntos como a política do corpo e a erosão contínua de nossos direitos humanos e de nossa individualidade, a crescente epidemia de apatia na sociedade e a arrogância e a corrupção dos que estão no poder. Placebo parecia estar fazendo as perguntas que ninguém mais ousava fazer e, em seguida, desafiava o indivíduo a encontrar suas próprias respostas.

Em vez de apresentar uma história de origem convencional, o premiado cineasta escocês Oscar Sansom, conhecido por seu trabalho pioneiro em filmes musicais, mapeia o impacto e o legado contínuos da banda por meio de uma meditação visual sobre temas contemporâneos, como vigilância, cultura e escrutínio, sexualidade e identidade de gênero, vício e trauma, bem como crise climática. Esses temas de peso são explorados de maneira informal por meio de novas entrevistas com Brian e Stefan. Ao mesmo tempo reflexivas e reveladoras, essas entrevistas também destacam a curiosidade sociocultural e a jornada musical contínuas do Placebo – uma busca que continua em seus álbuns que estão no topo das paradas e em suas apresentações em arenas esgotadas em todo o mundo.

Dentro e fora da presença da banda, vemos contribuições de outras figuras importantes do mundo artístico que admiram ou foram inspiradas pelo Placebo. Essas discussões divertidas e muitas vezes emotivas são apresentadas como uma conversa única, porém multifacetada, ouvida por acaso, e incluem nomes como Shirley Manson (Garbage), Robbie Williams, Yungblud, Rebecca Lucy Taylor (Self Esteem), Joe Talbot (Idles) e o artista contemporâneo Stuart Semple. O resultado é honesto e gratificante, capturando a sensação de que todos nós estamos apenas tentando descobrir nosso lugar neste mundo e, com sorte, também fazendo algum sentido.

A narrativa geral do filme é estruturada em torno de performances incríveis e completamente novas das músicas mais recentes do Placebo – tiradas de “Never Let Me Go” – capturadas no lendário Twickenham Film Studios da Grã-Bretanha, onde os Beatles podem ser vistos compondo um novo álbum em “Get Back”, de Peter Jackson, bem como intercaladas com imagens de arquivo da banda e material exclusivo, nunca antes visto, que abrange toda a sua carreira, incluindo sua colaboração criativa e pessoal com David Bowie e sua influência duradoura.

Produzido por Amy James e Stefan Demetriou para a Aldgate Pictures, Renoir Pictures e Silva Screen Productions, This Search for Meaning é um filme sobre a busca de respostas em nossas verdades compartilhadas e experiências coletivas, mas, acima de tudo, um filme que quer ter certeza de que estamos fazendo as perguntas certas em primeiro lugar.

“This Search for Meaning vislumbra a banda de uma forma que eu não acredito que tenha sido vista antes”, disse o diretor Oscar Sansom. “A confiança e a coragem de Brian e Stefan em abraçar minha abordagem, às vezes não convencional, na realização do filme permitiu uma intimidade e honestidade que considero verdadeiramente corajosa e impressionante. A abertura deles, por sua vez, foi refletida pelas outras pessoas que acrescentaram suas vozes ao projeto. This Search for Meaning dá continuidade a uma conversa que Brian e Stefan iniciaram em 1994, quando formaram o Placebo. Minha esperança é que esse filme não apenas ofereça uma pequena janela para essa incrível banda e para o trabalho inovador que eles vêm produzindo nas últimas três décadas, mas que também funcione como um convite para que o público se torne parte dessa conversa.”

“A Abramorama está em êxtase por compartilhar o documentário perspicaz e revelador de Oscar Sansom com os fãs do Placebo em todo o mundo”, disse Evan Saxon, presidente e diretor de distribuição internacional da Abramorama. “A lista de artistas incríveis que estiveram na esfera do Placebo, o alcance global de sua base de fãs e a longevidade da carreira do Placebo devem ser admirados e apreciados.”

Saiba mais em abramorama.com.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS