Como Ajudar
SUPERBANNER BONÉ RS

Projeto resgata e celebra a trajetória musical de Erasmo Carlos

Redação 89

Projeto resgata e celebra a trajetória musical de Erasmo Carlos Divulgação Som Livre

Neste 5 de junho, data na qual Erasmo Carlos, que nos deixou no final de 2022, completaria 83 anos, o Projeto da Som Livre (Re)Descubra, que resgata memórias através de artistas consagrados da música brasileira, celebra histórias do nosso Tremendão.

No mesmo ano em que lança o álbum “Erasmo Esteves”, com músicas inéditas do compositor em parceria com novas vozes da MPB, a gravadora também homenageia o legado de Erasmo Carlos e apresenta a importância da obra do artista para novas gerações, com conteúdos exclusivos no seu canal do YouTube. Os vídeos remontam à primeira fase de sua carreira, entre os anos de 1964, quando assinou com a RGE, incorporada pela Som Livre posteriormente, até 1970.

“Temos um carinho muito especial pelo (Re)Descubra, uma marca que resgata a memória afetiva da música brasileira e convida a todos a conhecer, ou escutar novamente, com muito detalhe, artistas que marcaram a cultura nacional. Trazemos sempre a perspectiva da época, o porquê de seu legado e conteúdos extras, que aproximam novas audiências, como a geração Z, ao momento em que tudo aconteceu. São hits atemporais, Erasmo foi pioneiro em muita coisa, sobretudo, no rock que nos guia”, comenta Daniela Barcellos, Gerente Digital da Som Livre.

Nesta nova fase do projeto, os vídeos trazem informações e curiosidades sobre o artista e sua produção musical, a partir da narrativa do repórter e crítico de música Leonardo Lichote, também responsável pelo texto final da autobiografia “Minha Fama de Mau”, que inspirou o filme de mesmo nome. Os conteúdos exaltam marcos que vão desde a época da Jovem Guarda, com destaque para as colaborações com Roberto Carlos, em trabalhos como o de estreia, “A Percaria”, até o amadurecimento artístico do cantor, observado em “Erasmo Carlos e os Tremendões”, de 1970, peça fundamental na discografia, com clássicos como “Sentado à Beira do Caminho” e “Coqueiro Verde”.

Como parte do (Re)Descubra Erasmo Carlos, a Som Livre também disponibilizou para os fãs e ouvintes os seis compactos e seis álbuns da primeira fase da carreira do compositor, na íntegra, no canal do YouTube.

“Celebrar a obra de um dos maiores compositores da história da música brasileira, a quem carinhosamente chamo de meu pai, é de uma satisfação inenarrável. Toda a doçura e força de sua música estão aqui retratados em seus primeiros álbuns. Toda a ingenuidade e relevância de sua obra jovem guardista e o mergulho na sopa musical brasileira, estão contemplados nesta belíssima e fundamental iniciativa da Som Livre. Aliás, além de ser um roqueiro por escolha, Erasmo segue sendo um autêntico músico brasileiro com toda a potência e ternura de suas canções”, finaliza Leonardo Esteves, filho de Erasmo.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS