Como Ajudar
SUPERBANNER BONÉ RS

Paulo Ricardo ganha ação na justiça que determina fim do RPM

Redação 89

Paulo Ricardo ganha ação na justiça que determina fim do RPM imagem divulgação

O cantor Paulo Ricardo obteve na justiça a proibição para que o guitarrista Fernando Deluqui, seu ex-parceiro musical, continue utilizando a marca RPM. Deluqui vem fazendo shows ao redor do Brasil, com banda de mesmo nome, com três novos integrantes, Dioy Pallone, Kiko Zara e Gus Martins.

A informação é do UOL, assinada pelo colunista Rogério Gentile, que explica que Paulo Ricardo entrou com uma ação alegando que este novo grupo é uma “banda cover” e que não deve ser vinculado ao grupo de rock que fez muito sucesso nos anos 1980.

Na sentença em que proibiu o uso do nome RPM, a juíza Luciana Alves de Oliveira afirmou que a banda atual está “absolutamente desfigurada e que isso implica em clara desvalorização da marca”.

Paulo Ricardo se apresentou pela vez última vez pelo RPM em 2017 e atualmente segue carreira solo.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS