Como Ajudar
Especial U2

The Black Keys revela imagens de sessão de gravação de seu novo álbum com presença de Noel Gallagher

Redação 89

The Black Keys revela imagens de sessão de gravação de seu novo álbum com presença de Noel Gallagher imagem divulgação

Os caras do The Black Keys compartilharam nesta quarta-feira (10) imagens da participação especial de Noel Gallagher, ex-guitarrista do Oasis, nas sessões de gravação de seu novo disco “Ohio Players”, que chegou ao mercado no último fim de semana.

No vídeo publicado nas redes sociais, há cenas internas do Rag Studios, em Londres, que mostram Noel tocando guitarra, fazendo backing vocals e dando palpites nas três faixas que ajudou a compor e gravar para o álbum: “On The Game”, “Only Love Matters” e “You’ll Pay”.

“Ohio Players” é o 12º álbum de estúdio do The Black Keys e é resultado de canções criadas durante turnês, registros feitos em diversos estúdios ao redor do mundo e, a melhor parte disso, conta com colaboradores da elite do rock and roll.

O baterista Patrick Carney destaca que o grupo acaba de lançar um de seus mais emblemáticos trabalhos: “Temos o único álbum que tem Noel Gallagher e Alice Cooper”. Sobre a presença do veterano músico americano no disco novo, eles revelaram que Carney foi jogar golfe com Alice Cooper e ouviu uma sugestão do vocalista Dan Auerbach: “Você deveria fazer Alice vir e tocar o demônio para nós”. Ele se referia a uma faixa feita em coautoria com Greg Cartwright, do grupo americano Reigning Sound, que tem um personagem demoníaco e acabou ganhando facilmente a célebre colaboração de Alice.

A dupla ainda resgatou uma parceria iniciada há cerca de 20 anos com o cantor Beck, quando eles atuaram como banda de abertura de seus shows. “Escrevemos e gravamos com ele por três ou quatro dias, e foi muito produtivo”, revela Carney. Os caras também se conectaram com o tecladista de Beck naquela turnê de 2003, Greg Kurstin, que hoje é um cara que produz artistas como Adele. “Nunca tínhamos escrito com um tecladista antes, mas Greg é capaz de obter os sons de sintetizador mais desagradáveis de todos os tempos”, diz Auerbach. “Toda vez que colaborávamos com alguém, levávamos para algum lugar que não esperávamos ir, mas estávamos prontos. Estávamos preparados para ir a qualquer lugar.”

A sonoridade que mescla elementos de indie com garage rock sempre foi a essência dos trabalhos do The Black Keys. Agora, com um exército de colaboradores e ideias vindas de todos os lados, o novo álbum é diferente do que o grupo fez no passado, mas com uma sonoridade muita rica. Confira no player abaixo:



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS