Promoção - EU QUERO IR AO SUMMER BREEZE 89

Linkin Park chega à “resolução amigável” em processo movido por ex-baixista

Redação 89

Linkin Park chega à “resolução amigável” em processo movido por ex-baixista imagem divulgação

Kyle Christner, ex-baixista do Linkin Park, encerrou um processo que movia contra o grupo desde o final do ano passado, no Tribunal Distrital da Califórnia, nos Estados Unidos. Um comunicado emitido nesta sexta-feira (29) pela banda e sua gravadora Warner Records diz que eles chegaram a uma “resolução amigável”.

Originalmente apresentada em novembro passado, a ação dizia respeito a 24 músicas que foram escritas ou coescritas pelo baixista no final dos anos 1990 e depois publicadas no box set do 20º aniversário do disco “Hybrid Theory”, incluindo a faixa inédita “Could Have Been”.

O Linkin Park escreveu: “Temos o prazer de anunciar que chegamos a uma resolução amigável com o baixista Kyle Christner. Kyle é um músico muito talentoso que fez contribuições valiosas para o Linkin Park em um momento crucial em 1999. Ele se apresentou com a banda em vários shows e muitas apresentações de gravadoras. Kyle ajudou a escrever e se apresentou em muitas músicas daquela época, incluindo algumas das músicas do EP Hybrid Theory” (via ThePRP.Com).

Anteriormente, o grupo tentou encerrar o processo sem nenhuma compensação ao músico, alegando que a queixa de seu ex-integrante, que atuou entre 1998 e 1999, deveria ser arquivada devido à prescrição, apontando para o fato de que as ações de direitos autorais precisam ser ajuizadas nos três primeiros anos. Tudo indica que Kyle, que deixou a banda nas vésperas dela explodir globalmente, conseguiu um bom acerto financeiro 25 anos depois de sua saída.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS