Promoção - EU QUERO IR AO SUMMER BREEZE 89

Bloco do Caos e Pelé MilFlows se unem na festiva faixa “Liquidificador”

Redação 89

Bloco do Caos e Pelé MilFlows se unem na festiva faixa “Liquidificador” imagem divulgação

No Brasil, os artistas pescam variadas influências de diferentes regiões para enriquecer sua música. Sejam as marchinhas de carnaval, o rock, o reggae ou o frevo, há alimento para a criatividade e energia sem fim dos artistas pesquisam constantemente os ritmos afro-brasileiros para produzir boa música misturando os gêneros citados. O Bloco do Caos aproveita a época efervescente no calendário cultural para lançar junto ao rapper Pelé MilFlows a enérgica e dançante “Liquidificador”, uma mistura poderosa de rock, rap, frevo e maracatu. Para além da composição cheia de personalidade, a faixa traz uma bem-vinda reflexão sobre a vida urbana. “Liquidificador” está disponível nas plataformas digitais e também com videoclipe no Youtube.

“O pé de cana/ Sorrindo alto, de salto em salto/ Dores deixadas na cama de asfalto”, canta alto o Bloco na faixa descritiva sobre a festividade do carnaval de rua e todo o caos que ali acontece. “A gente sempre tratou de questões sociais, políticas. Sempre com uma abrangência muito grande de temas, sempre buscando a reflexão, o questionamento. Às vezes colocando o dedo na ferida ali. Então a gente acabou ficando conhecido por isso, com músicas que às vezes são uma afronta mesmo”, explica Alê Cazarotto, vocalista do grupo.

O videoclipe de “Liquidificador” acompanha a animação da música, colocando a banda em meio ao conhecido Bloco do Urubó, na Freguesia do Ó, Zona Norte de São Paulo, cantando e dançando junto ao povo. O audiovisual foi produzido em colaboração com a Plural Brother Filmes, parceiros de longa data do Bloco do Caos.

A união entre o Bloco do Caos e Pelé Milflows reforça o histórico da banda em firmar parcerias e criar pontes com nomes importantes da música urbana. Em 2015, o grupo lançou o EP “Singular”, que contou com as participações do Toni Garrido (Cidade Negra), e Quino McWhinney, líder e vocalista do Big Mountain. Já em 2022, sai o ótimo álbum “Os Muros Não Sabem Escutar”, recheado de participações especiais como Onze:20, Marina Peralta, Planta e Raiz, Los Cafres, Maneva e GOG.

“Liquidificador” foi produzida e composta por Alê Cazarotto e Renato Frei em parceria com Pelé MilFlow e é o 1º lançamento do Bloco do Caos este ano, vindo logo após o grande sucesso do projeto acústico “Na trilha do Bloco com elas”, que trouxe a banda formada por Alê Cazarotto (Vocal), Lelê Maggioni (Baixo), Andrew Lee (Bateria), Cidão Formigão (Percussão), em clima mais leve e explorando arranjos acústicos. O single “Caminhada”, com participação da cantora Bells, já ultrapassou a marca de 1 milhão de plays no Spotify.

Quem fez a ponte para que o encontro no novo single rolasse foi o trombonista Bruno Pereira, o Brunão, que toca tanto com o Bloco do Caos como com MilFlows. “Ele sempre falava pra nós do Pelé e da gente para o Pelé e todos nós curtimos muito o Baianasystem. Eles são referência nessa coisa de fazer uma apresentação muito explosiva, muito dançante. Mesmo sem nos conhecermos, já havia um respeito mútuo. No final do ano passado, a gente fez o Festival Caminhada, que foi a primeira edição de um festival nosso e chamamos o Pelé pra participar do nosso show. Ali a conexão se firmou, todo mundo adorou a vibe que aconteceu no show e isso culminou na parceria em “Liquidificador”, conta Renato Frei.

O Bloco do Caos mostrou ao rapper carioca a composição inspirada em nomes como o supracitado no BaianaSystem, Los Hermanos, Francisco El Hombre e Chico Science e Nação Zumbi. Ele aprovou e completou com suas rimas e depois contribuiu com o audiovisual. “O cara compôs ali no estúdio, antes de gravar e deu super certo. E aí a gente foi fazer o clipe lá no bloquinho. O Pelé, sem palavras. Sem tempo ruim pra nada. Ele deu ideia pra caramba no clipe, se divertiu com a gente”, conclui Andrew Lee.



COMPARTILHE