Promoção - TEMOS VAGAS 2024 | Lollapalooza

Morrissey afirma que está sendo apagado da história dos Smiths

Redação 89

Morrissey afirma que está sendo apagado da história dos Smiths imagem divulgação

Quando a gente pensa naquelas músicas incríveis que os Smiths fizeram lá nos anos 1980, a relação delas com a genialidade do vocalista Morrissey é inevitável. Mas Morrissey acredita que nem todo mundo pensa assim! Para ele, há uma mudança na mídia para o excluir de ser a essência central de sua banda de origem.

O lendário cantor utilizou nesta quinta-feira (11) a seção “Mensagens de Morrissey” de seu site oficial para corrigir equívocos cometidos pela imprensa sobre o papel que desempenhou nos Smiths.

Num texto que é a continuação de um recente comunicado no qual lamentou a perda do ex-empresário da banda, Mike Hinc, Morrissey escreve: “Há uma óbvia mudança de mídia para me excluir de ser a essência central do The Smiths, mas isso não pode funcionar porque eu inventei o nome do grupo, os títulos das músicas, os títulos dos álbuns, a arte, as melodias vocais e todos os sentimentos líricos vieram do meu coração… e então é um pouco como dizer que Mick Jagger não tinha nada a ver com os Stones”.

O ex-Smiths continua: “Vários sites de notícias agora afirmam que a reunião inicial na Rough Trade Records foi com ‘Johnny Marr e Andy Rourke’, mesmo que Andy não fosse nem mesmo um membro comprometido com a banda naquele momento. O encontro, claro, foi de Morrissey e Marr. Até mesmo Geoff Travis de repente decidiu que ‘não se lembra quem estava com Johnny’, embora Geoff me olhasse diretamente nos olhos naquele mesmo dia e dissesse ‘gostaríamos de lançar Hand In Glove imediatamente'”.

De acordo com Morrissey, ele “vai lutar até seu último suspiro” para que a história real dos Smiths seja contada. Com ele como protagonista, lógico!

Morrissey tinha duas apresentações agendadas para o Brasil em setembro do ano passado, mas alegou problemas de saúde e transferiu os compromissos em solo brasileiro para 22 de fevereiro em São Paulo; e 24 de fevereiro em Brasília.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS