Promoção - TEMOS VAGAS 2024 | Lollapalooza

Asfixia Social se une a Joey Shithead, do D.O.A., em novo single: “Traffic Lights”

Redação 89

Asfixia Social se une a Joey Shithead, do D.O.A., em novo single: “Traffic Lights” imagem divulgação

A banda Asfixia Social, reconhecida por suas fusões inovadoras de Ska, Punk e Hip Hop, lança nesta terça-feira (19) a faixa “Traffic Lights”, o primeiro single do seu novo álbum. Em Inglês, a canção remete aos caminhos internacionais percorridos pela banda durante as recentes tours por Cuba, Inglaterra, França, Alemanha, Holanda, Portugal, Escócia, além de extensas viagens pelo Brasil. O lançamento chega em todas as plataformas digitais pela Marã Música.

“Traffic Lights” é uma faixa pesada, divertida e libertária, que segue os princípios da cultura de rua. A música ganha destaque especial com a participação de Joe Keithley, da banda Punk-Hardcore canadense D.O.A., também conhecido como Joey Shithead. A produção ficou nas mãos de Pedro Garcia, um dos profissionais mais ecléticos e que melhor poderia compreender a essência de “Traffic Lights”: trabalhou com artistas como Arnaldo Antunes, Titãs, Braza e Francisco El Hombre, além de ser baterista da banda Planet Hemp, nome que sempre foi uma referência para o Asfixia Social.

O processo de composição da música começou com uma experimentação de sons. Thiko Garcia, guitarrista da banda, iniciou com uma levada Ska, complementada pelos metais de Kaneda e o baixo de Leo. A música ganhou um peso extra com a contribuição do baterista Barba, transformando-a em um Hardcore intenso. A letra foi adicionada mais tarde e logo conquistou a aprovação e o entusiasmo de Joey Keithley, que se juntou à gravação. Carlos Peixoto, de Alagoas, também colaborou, adicionando teclados e efeitos, trazendo ainda mais riqueza ao som.

“A letra fala sobre as crianças no tráfico enquanto a noite da cidade é regada à droga, e a hipocrisia da sociedade em abandonar os jovens para depois lamentar os altos índices de violência urbana”, explica a banda. “A gente vem de um trabalho social e cultural muito forte nas nossas comunidades e favelas em São Paulo, e observamos muito bem as contradições acontecendo enquanto as luzes do semáforo tranquilamente abrem e fecham na noite da cidade, as baladas acontecendo, as classes mais abastadas se envolvendo no ritmo periférico e consumindo pra se divertir.Esse mesmo semáforo é a contradição, enquanto param carros de luxo, a molecada precisa ganhar um troco no farol. As luzes se abrem para alguns, mas se fecham para muitas crianças que poderiam ser estrelas na arte, na ciência, na medicina ou no esporte”, completa.

O videoclipe oficial de “Traffic Lights” conta com direção de Diego Marcos e mostra o processo de gravação e produção, intercalando imagens de Santa Tereza, Rio de Janeiro, com cenas do estúdio no Canadá onde Joey gravou. Este trabalho oferece uma visão dos bastidores e antecipa o lançamento do novo álbum da banda em janeiro: “Pra quem não tá ligado, fica o convite para colarem nos shows e nas plataformas que esse álbum tá cheio de surpresas!”, convida a banda.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS