Promoção - TEMOS VAGAS 2024 | Lollapalooza

Ícone do rock nacional independente, Dance Of Days lança novo álbum

Redação 89

Ícone do rock nacional independente, Dance Of Days lança novo álbum imagem divulgação

Nesta sexta-feira, 08 de dezembro, chegou às plataformas digitais A Nova História, o tão aguardado novo álbum da Dance of Days. A banda, ícone histórico do rock nacional independente, que iniciou sua carreira em 1997, traz consigo também o legado de ter nascido do Personal Choice (1993-1996), a primeira banda a gravar um álbum emo no Brasil. O disco é disponibilizado via STRM, distribuidora capitaneada por Caco Grandino do NX Zero.

Isso, em épocas de revival do emo nacional, já bastaria para tamanha ansiedade em torno desse lançamento. Mas, o fato é que a Dance of Days, com mais de 25 anos de carreira, além de todo esse background nas raízes do hardcore brasileiro, estabeleceu um legado fiel, que aguarda há sete anos um novo álbum da banda – a espera acabou!

Desde seu início, a Dance of Days tem sido o diário confessional da vocalista e compositora (e também escritora) Nenê Altro, que compartilha, por suas letras, toda sua jornada de vida. Seus álbuns são como capítulos de uma saga, narrando fases, questionamentos, percepções, aflições, alegrias e angústias. E Nenê, traz consigo o notável dom da palavra, sendo apontada como uma das principais letristas de sua época.

Também já bastaria para justificar a enorme expectativa em torno desse trabalho. Porém, A Nova História traz um detalhe muito marcante: é o primeiro álbum composto pela Nenê para a banda desde que assumiu publicamente sua identidade feminina de gênero no final de 2020.

Para o público que, por décadas acompanhou e identificou-se com seus desabafos em sua luta contra a depressão, vê-la feliz e renovada por finalmente aceitar-se, aumentou ainda mais as expectativas sobre esse novo disco.

“Este álbum, em especial, representa um marco em toda odisseia da dança dos dias.” – disse a vocalista em seu instagram. “O enxergo como o momento de ápice dos primeiros 25 anos de banda e também como o primeiro de um novo arco, liberta e vencedora de todos os pesos e amarras da travessia anterior.” – completa.

O álbum tem várias nuances, exteriorizando uma compositora roqueira liberta de amarras de vertentes. Flerta com o hardcore, pós-punk, oitentismo, britpop, entre outros estilos, sem medo de incluir elementos nunca utilizados na discografia da banda, que sempre optou por uma formação básica, trazendo uma diversidade encantadora de ambiências que conversam com as intenções de cada composição e de arranjos que contam com samplers, percussões e orquestras.

“Nesse disco, eu tive a oportunidade, pela primeira vez em toda história da banda, de aplicar toda minha criatividade de forma plena. Sem interferências ou censuras. Compus tudo sozinha. Letra, melodia, guitarra, baixo, bateria e sugestões de arranjos. Gravei a demo e entreguei o álbum mastigadinho e separado por faixas, para que a banda pudesse colocar seus toques e talentos na gravação final.” – explica a vocalista.

Ouça a íntegra de A Nova História AQUI ou utilize o player abaixo:



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS