SUPERBANNER BONÉ RS

Polícia apura desvio milionário nas contas da Legião Urbana Produções Artísticas

Redação 89

Polícia apura desvio milionário nas contas da Legião Urbana Produções Artísticas imagem divulgação

A coluna de Rogério Gentile no jornal Folha de S. Paulo desta sexta-feira (10) revelou que um documento enviado à Justiça no último dia 24 de outubro por Giuliano Manfredini, filho de Renato Russo, afirma que uma auditoria revelou uma “situação caótica” nas contas da Legião Urbana Produções Artísticas Ltda.

O empresário de 34 anos aponta um prejuízo em torno de R$ 20 milhões, “por meio de desvios e dilapidações do patrimônio econômico e artístico deixados pelo artista Renato Russo”.

Ele declarou à Justiça: “O exame revelou despesas irregularmente contabilizadas como ‘reembolso de caixa’, sem nenhuma outra informação que pudesse revelar efetivamente o destino dos valores ocultados sob a referida rubrica”.

A coluna não teve acesso ao nome das pessoas investigadas, já que as ações estão sendo conduzidas pela DGCOR (Delegacia Geral de Combate ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro) de forma sigilosa.

A Legião Ltda foi criada por Renato Russo em 1987, cinco anos depois da formação da banda, para administrar seus direitos autorais, bem como cuidar do licenciamento de obras e da produção de discos. O inventário judicial em razão da morte do músico transferiu todas as cotas de Renato para Giuliano, seu único herdeiro.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS