SUPERBANNER BONÉ RS

Mick Jagger sugere doar dinheiro da venda do catálogo de músicas dos Rolling Stones

Redação 89

Mick Jagger sugere doar dinheiro da venda do catálogo de músicas dos Rolling Stones imagem divulgação

Vender todo o seu catálogo musical vem se mostrando uma opção atraente para músicos renomados que estão preferindo deixar boas quantias em dinheiro para seus herdeiros, enquanto grupos especializados passam a controlar profissionalmente todas as suas publicações. Nomes como Sting, Peter Frampton e Phil Collins, por exemplo, já negociaram seus legados musicais por grandes quantias, enquanto Bruce Springsteen até agora é o recordista, negociou seu catálogo por US$ 500 milhões.

E quanto valeria o catálogo de músicas do Rolling Stones? Mick Jagger foi questionado sobre isso e quanto ele poderia colocar no bolso numa entrevista ao The Wall Street Journal. Pai de oito filhos, Jagger zombou da ideia de uma venda, brincando: “as crianças não precisam de US$ 500 milhões para viver bem. Vamos lá”. Aprovando a sugestão de que o dinheiro poderia ir para caridade em vez de seu patrimônio, o cantor de 80 anos acrescentou: “Você talvez faça algum bem no mundo”.

Embora os integrantes dos Stones não possuam a totalidade do seu catálogo de músicas, devido a uma série de acordos com gravadoras feitos no passado, será difícil algum fundo especializado negociar com a banda. No ano passado, Keith Richards foi questionado pela CBS sobre uma possível venda.

O guitarrista respondeu: “Mick [Jagger] e eu não falamos sobre isso seriamente. Não sei se estamos prontos para vender nosso catálogo. Podemos trabalhar ele mais um pouco, colocar mais algumas coisas”, comentou, acrescentando: “Você só pensa em vender seu catálogo quando… há um sinal de que você envelheceu”.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS