Como Ajudar
SUPERBANNER BONÉ RS

Filipe Catto lança disco de rock em tributo à Gal Costa

Redação 89

Filipe Catto lança disco de rock em tributo à Gal Costa imagem divulgação

Quando o telefone tocou trazendo um convite para cantar Gal Costa, Filipe Catto hesitou. Naquele momento, imersa nas gravações de seu quarto álbum de inéditas e ainda vivendo o luto pela partida repentina de Gal, essa não parecia uma boa ideia. Mas alguma coisa mudou dentro da artista nos longos dois minutos que sucederam a ligação. Algo acendeu.

Fosse por esoterismo ou intuição, Catto soube que deveria atender ao chamado. Pouco tempo depois, “Belezas são coisas acesas por dentro” nasceu como espetáculo nos palcos do Sesc em São Paulo. E agora, no dia 26 de setembro, data que marca os aniversários das duas cantoras, o projeto chega aos streamings de música com registro em estúdio.

Com 10 faixas, Belezas são coisas acesas por dentro viaja por diferentes fases da carreira de Gal Costa, mas sem se resumir a um tributo. Neste trabalho, Catto faz sua visceral interpretação das canções, adicionando perspectivas e sentimentos próprios, e apresenta uma luxuosa ópera rock que reúne músicas emblemáticas como “Tigresa” e “Vapor Barato”.

“Acabou virando uma coisa tão profundamente minha, tão literal na minha própria vivência, que me pareceu uma heresia não registrar este projeto, tamanho amor que ele acendeu em mim”, revela a artista sobre a necessidade de gravar o disco, que foi captado ao vivo para sintetizar a paixão avassaladora que ela e sua banda experimentaram em cena.

“Eu sou uma apaixonada inconsequente, quando eu sinto que preciso fazer alguma coisa eu vou lá e não sossego até que aquilo exista. E eu respeito muito os chamados misteriosos e os presentes inesperados da vida. As melhores coisas que acontecem vêm totalmente do nada”, conta Catto. “Penso que, na verdade, tudo foi um pretexto para fazer um disco sujo de power trio, que sempre foi meu sonho”, ela brinca.

Neste projeto, Catto assume total controle criativo, da produção musical aos visuais. “É um disco com uma entrega emocional muito verdadeira. Rolou um axé muito forte durante as gravações e isso transparece no disco. Tem muita vida ali. Tudo que está sendo dito é a mais pura verdade no meu coração, e eu até me assombro porque ele transpassa toda minha afirmação de gênero, a tragédia política e humanitária que a gente viveu, as superações, as belezas…”, diz a cantora.

Mesmo estando à frente de cada detalhe do trabalho, Catto não está sozinha. “Por mais que meu trabalho seja solo, a minha criação passa necessariamente pela troca e aprendizado junto dos músicos”, ela explica. Em “Belezas são coisas acesas por dentro”, a artista conta com as colaborações musicais de Michelle Abu (bateria), Fábio Pinczowski (guitarra e direção musical) e Gabriel Mayall (baixo), além de Ismael Caneppele e Cris Lisbôa, que assinam o roteiro do espetáculo junto da artista.

O resultado dessa jornada é um poderoso e emocionante disco de rock. “Quando eu penso em Gal eu penso em rock. É o ritmo que me dá mais tesão, e Gal é puro tesão e poesia. Aliás, foi justamente o que me atraiu nela, quando eu conheci seu passado rocker, enquanto eu era adolescente e ela ainda era uma cantora do mundo dos adultos”, revela Catto. “Então, quando o convite para o show surgiu, eu chamei meus amigos incríveis pra gente brincar de banda de rock sessentista. O rock é nosso playground”.

Ao longo das dez faixas de Belezas são coisas acesas por dentro, Catto reinventa com intensidade e paixão canções clássicas e outras mais recentes do repertório de Gal, fazendo um mergulho profundo e eletrizante na obra da artista que sempre foi reconhecida por sua versatilidade e inovação, sem deixar de capturar a essência dos arranjos originais e estabelecer a própria identidade através de sua voz hipnotizante e atitude rock’n’roll.

Sobre Gal, Catto reforça a representatividade do trabalho da artista para as mulheres e pessoas queer do Brasil. “Ela contou a história de muitas de nós através de suas canções. Nós somos muitas Gal Costas neste país. Ela é um símbolo de feminilidade, poder e transgressão. Esse trabalho é de coração para Gal, para mim e para todas que como eu se empoderam diariamente com essas canções”, diz.

Belezas são coisas acesas por dentro chega às principais plataformas de streaming musical através do selo Joia Moderna Discos. Uma experiência obrigatória para os fãs de música brasileira e que celebra a grandiosidade e a ousadia de duas das maiores cantoras do país.

Show de estreia – No dia 28 de setembro (quinta-feira), Catto sobre ao palco da Casa Natura Musical para celebrar o lançamento. Os ingressos já estão à venda (AQUI).

(



COMPARTILHE