Como Ajudar
SUPERBANNER BONÉ RS

Leilão de itens pessoais de Freddie Mercury arrecada mais de 240 milhões de reais

Redação 89

Leilão de itens pessoais de Freddie Mercury arrecada mais de 240 milhões de reais imagem divulgação

O leilão dos pertences pessoais de Freddie Mercury, promovido pela Sotheby’s, em Londres, terminou no final da última semana, com os lotes arrecadando mais de £ 40 milhões (mais de R$ 240 milhões) um recorde para uma coleção de artigos de uma estrela do rock.

Mais de 41.800 lances foram feitos em 1.406 lotes em seis leilões, que incluíram um pente prateado de bigode, que a casa de leilões esperava arrecadar algo na casa de £ 400 (R$ 2,4 mil) e que teve um lance de £ 35 mil (R$ 210 mil).

Os itens mais caros foram o manuscrito para a música “Bohemian Rhapsody”, que teve o martelo batido por £ 1,4 milhão (R$ 8,4 milhões), e o piano de cauda da Yamaha usado por Freddie para escrever alguns dos maiores sucessos do Queen, que foi vendido por £ 1,7 milhão (R$ 10,2 milhões).

Os proponentes vieram de 76 países, especialmente das áreas onde a base de fãs do cantor é mais forte, incluindo: Reino Unido, América do Norte, Alemanha, Itália, Japão, Austrália, México e Brasil.

Os itens leiloados faziam parte de uma coleção de objetos que o vocalista do Queen deixou para Mary Austin, que foi sua namorada nos anos 1970 e que ficou ao seu lado nos últimos anos de sua vida. Depois de mais de três décadas após a morte de Freddie, ela decidiu vender quase tudo e parte da renda foi destinada para instituições de caridade. Sobre as críticas que Austin recebeu por não fazer um museu sobre o ícone do rock, a curadora Sarah Hodgson explicou que Freddie não queria ser homenageado: “Isso era bem claro. Ele não queria ter nenhum tipo de memorial nesse sentido, como um museu. Esses objetos foram comprados por todo tipo de pessoas. Tenho certeza que ele teria aprovado”.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS