Como Ajudar
SUPERBANNER BONÉ RS

“2023 pode ser o último ano de domínio dos humanos no cenário musical”, diz Brian May

Redação 89

“2023 pode ser o último ano de domínio dos humanos no cenário musical”, diz Brian May imagem divulgação

Brian May, guitarrista do Queen, falou o que pensa a respeito do uso de inteligência artificial (IA) na produção de novas músicas em uma nova entrevista.

Comentando o assunto num bate-papo com a Guitar Player, o músico do Queen disse que a IA poderia mudar a indústria da música para pior: “Minha maior preocupação com isso agora é na área artística. Acho que até o próximo ano o cenário será completamente diferente. Não sabemos qual é o caminho a seguir. Não sabemos o que foi criado pela IA e o que foi criado pelos humanos”.

Ele comentou que a descoberta da nova tecnologia é algo histórico: “Acredito que podemos olhar para 2023 como o último ano em que os humanos realmente dominaram o cenário musical. Eu realmente acho que pode ser muito grave, e isso não me enche de alegria. Isso me deixa apreensivo. Estou me preparando para me sentir triste com isso”.

May disse que, embora seja menos otimista sobre o uso da inteligência artificial nos campos criativos, ele é favorável ao seu uso na resolução de problemas, desde que não seja usado para “causar o mal”. Ele comentou: “Ninguém morre [por causa da IA] na música. Mas as pessoas podem morrer se a IA se envolver na política e na dominação mundial de várias nações. Acho que a coisa toda é extremamente assustadora. É muito mais abrangente do que qualquer um imaginava. Bem, certamente [mais] do que eu imaginava”.

Neste fim de semana, May usou as redes sociais para falar sobre outro tema que o deixa triste, o leilão realizado pela Sotheby’s, em Londres, que negocia mais de 1.400 itens pessoais de Freddie Mercury, como letras de músicas escritas à mão, joias e instrumentos musicais. “É algo triste de se pensar”, escreveu ele no Instagram.

 



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS