SUPERBANNER BONÉ RS

O rock está morto? Para Alice Cooper, não! “O rock está onde deveria estar”

Redação 89

O rock está morto? Para Alice Cooper, não! “O rock está onde deveria estar” imagem divulgação

O lendário cantor Alice Cooper criticou as bandas de rock atuais por já não soarem “perigosas” e aparecerem vestidas como “mauricinhos” na TV. Em uma nova entrevista à Vulture, ele teceu elogios ao Nirvana, mas mostrou toda a sua fúria contra nomes que surgiram recentemente como Vampire Weekend e Tame Impala.

“Penso no Guns N’ Roses, no Mötley Crüe e no Aerosmith e há ali algo de extremo, de perigoso. Quando penso no Tame Impala, digo: quem é que quer ser chamado de Tame Impala? Você é uma banda de rock?”, comentou.

Admitindo que os caras do Vampire Weekend “são muito bons no que fazem”, Cooper acrescentou: “Assisti eles no ‘Saturday Night Live’ e esperava ver vampiros. Mas chegam com dois teclados e vestidos de [camisetas] polo. Se estivessem cobertos de sangue, eu entenderia. Mas quando vi o que faziam só pensei: que desperdício de nome”. Ele continuou: “Estou apenas dizendo para não colocarmos eles na mesma categoria que o The Who ou o Yardbirds. O rock tem que ter atitude, tem que ter uma base, e estas bandas não têm isso”.

Cooper ainda lembrou as recentes declarações de Gene Simmons, do KISS, que insiste em dizer que o rock está morto”: E eu digo: não! ‘O rock está onde deveria estar’. Costumávamos ficar no topo da montanha. Agora, bandas jovens estão do lado de fora olhando para dentro. Não fomos convidados para a festa”.

No entanto, o cantor acredita que ficar de fora dos grandes eventos de música é algo que pode fazer bem para o rock and roll: “Eles não são mais o filho favorito. Esse é um bom lugar para bandas jovens. Você pode ser o garoto que foi expulso da sala de aula”.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS