SUPERBANNER BONÉ RS

Governador de Nevada quer AC/DC tocando no show do intervalo do Super Bowl 2024

Redação 89

Governador de Nevada quer AC/DC tocando no show do intervalo  do Super Bowl 2024 imagem divulgação

Apesar de ter lançado um novo álbum, Power Up, em 2020, o AC/DC não faz um show ao vivo há sete anos. O retorno do lendário grupo australiano aos palcos, no entanto, já está marcado: vai rolar em 7 de outubro dentro do megafestival Power Trip, no Empire Polo Club de Indio, na Califórnia, Estados Unidos.

Até aqui, essa é a única apresentação confirmada pela banda em seu site oficial. Mas tem gente importante que quer que a agenda dos caras inclua pelo menos mais uma data. O governador de Nevada, Joe Lombardo, revelou nesta semana que pretende ver o AC/DC como atração do intervalo do Super Bowl 2024, que será realizado em 11 de fevereiro no Allegiant Stadium da cidade de Paradise.

De acordo com o Las Vegas Review-Journal, quando questionado numa coletiva de imprensa sobre qual atração pretende levar para o evento, respondeu sem hesitar: “AC/DC… e eu estou falando sério. Eles estão de volta”.

Segundo a publicação de Nevada, as atrações artísticas do Super Bowl 2024 serão definidas em outubro e não está descartada a hipótese de contratação de um artista que não pertença ao grupo da produtora responsável pelo evento, desde que tenha reconhecimento global.

O show do AC/DC no Power Trip marcará o retorno do vocalista Brian Johnson, que em 2016 foi aconselhado pelos médicos a se afastar de performances ao vivo no meio da turnê “Rock or Bust”, devido a danos auditivos – ele foi substituído nas datas restantes da turnê por Axl Rose.

Felizmente Johnson se recuperou graças a um novo tipo de monitor intra-auricular que protege sua audição danificada enquanto ele pode soltar sua voz nos palcos. Em junho, o vocalista fez uma aparição surpresa num show de Sam Fender, em Newcastle, na Inglaterra, para cantar os clássicos “Back in Black” e “You Shook Me All Night Long”, provando que está totalmente recuperado.

Sobre a formação do AC/DC para o show de retorno aos palcos, o sobrinho do guitarrista Angus Young, Stevie, substitui Malcolm. A banda deve contar ainda com o lendário Phil Rudd na bateria, ao lado do baixista Cliff Williams, que anunciou a aposentadoria em 2016, mas retornou para a gravação do álbum de 2020.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS