Como Ajudar
SUPERBANNER BONÉ RS

Exposição apresenta itens pessoais de Freddie Mercury antes de leilão histórico

Redação 89

Exposição apresenta itens pessoais de Freddie Mercury antes de leilão histórico imagem divulgação

Mais de 1.400 itens pessoais de Freddie Mercury, incluindo seus figurinos de palco e o piano de cauda que ele usou para compor os maiores sucessos do Queen, começaram a ser exibidos nesta sexta-feira (04) em uma exposição gratuita em Londres, na Inglaterra.

A casa de leilões Sotheby’s está promovendo essa mostra ao público até o dia 5 de setembro, antes que os itens sejam leiloados (AQUI). A vasta coleção de pertences pessoais do cantor, que havia sido deixada para a amiga íntima de Mercury, Mary Austin, permaneceu intacta em sua mansão na capital britânica por mais de 30 anos, desde sua morte em 1991. Austin, de 72 anos, disse em uma entrevista à BBC que decidiu vender quase todos os itens para “fechar um capítulo muito especial de sua vida”.

Entre as centenas de tesouros pessoais de Mercury estão seus deslumbrantes macacões de lantejoulas, jaquetas de couro e a luxuosa capa vermelha e coroa que ele usou em sua última apresentação com o Queen, em 1986, bem como rascunhos inéditos dos sucessos “Don’t Stop Me Now”, “We Are the Champions”,  “Somebody to Love” e “Bohemian Rhapsody”.

No entanto, o principal item a ser ofertado no mês que vem neste leilão, que está sendo considerado histórico, é o amado piano de cauda Yamaha de Mercury, que deve ser arrematado por um valor na casa dos 3 milhões de libras (R$ 18,6 milhões). De acordo com o jornal The Independent, o piano sobreviveu a várias mudanças de casa, ocupou o centro do palco em sua mansão e foi o coração da história musical e pessoal de Mercury de 1975 até sua morte. “De todos os objetos que ele tinha, este é o que mais significou para ele”, disse Gabriel Heaton, especialista da casa de leilões.

Para gente ter uma ideia da representatividade de Freddie Mercury, basta dizer que esta é a primeira vez que a Sotheby’s abre todo o seu espaço de galeria ao público para uma longa exposição.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS