SUPERBANNER BONÉ RS

Astrud Gilberto, ícone da bossa nova, morre aos 83 anos

Redação 89

Astrud Gilberto, ícone da bossa nova, morre aos 83 anos imagem divulgação

A cantora Astrud Gilberto, ícone da bossa nova, morreu na noite desta segunda-feira (5), aos 83 anos.

O falecimento da artista, que foi casada com João Gilberto, entre 1959 a 1964, foi comunicado por sua neta, Sofia Gilberto, via redes sociais.

“Minha vovó Astrud Gilberto fez essa música pra mim, se chama Linda Sofia. Inclusive, ela queria que meu nome fosse Linda Sofia. A vida é linda, como diz a música, mas venho trazer a triste notícia que minha avó virou estrela hoje e está ao lado do meu avô João Gilberto. Astrud foi a verdadeira garota que levou a bossa nova de Ipanema para o mundo. Foi a pioneira e a melhor”, escreveu Sofia.

Conhecida por levar o ritmo brasileiro da bossa nova para o Mundo, Astrud ganhou o Grammy de Música do Ano, em 1965 se tornando a primeira mulher vencer nessa categoria, por “Garota de Ipanema” (com Stan Getz). A cantora também recebeu o prêmio Latin Jazz USA pelo conjunto de sua obra em 1992 e foi incluída no International Latin Music Hall of Fame em 2002.

Em 1996, ela contribuiu para o álbum beneficente AIDS – Red Hot + Rio – produzido pela Red Hot Organization, interpretando a música “Desafinado” junto com George Michael (AQUI).

Embora nunca tenha se aposentado oficialmente, Astrud anunciou em 2002 que estava tirando “uma folga por tempo indeterminado” das apresentações públicas.

No player abaixo você tem o clássico “Bim Bom”:



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS