Como Ajudar
Especial U2

Gemini: O Planeta Sombrio – um mundo no qual um vírus se alastrou demais

Redação 89

Gemini: O Planeta Sombrio – um mundo no qual um vírus se alastrou demais imagem divulgação

Por Gabriel Alegreti

O filme vai estrear no dia 05 de janeiro e conta a história de uma missão espacial para habitar um novo planeta, visto que a Terra tem seus dias contados. Isso porque, o chamado “vírus das plantas” dizimou ecossistemas inteiros, o que prejudicou a produção de oxigênio, deixando a Terra quase inabitável.

A trama começa quando arqueólogos descobrem dois artefatos extraterrestres que podem trazer esperança para a vida humana. A partir disso, o Projeto Gemini foi criado. E aí, em posse dos dois objetos, um grupo de cientistas e astronautas embarcam numa missão para tornar um novo planeta habitável para os humanos. Mas, como nem tudo são flores, eles vão passar por muitos perrengues – alguns bem macabros – até acharem uma solução para a humanidade.

A fotografia do filme é bem escura, majoritariamente com cores frias, exceto quando são retomados momentos antes do vírus, os quais são cheios de cores alegres. As cores frias contribuem para a temática de suspense do longa.

Entretanto, o filme não é de fácil compreensão. Então, assista com atenção! Os flashbacks
ajudam a contextualizar a obra. Mas, mesmo assim, parece que falta algo para entender o roteiro. De novo, assista com atenção!

Fora isso, o longa tem elementos de blockbusters o que talvez tenha sido a intenção do diretor russo, Serik Beyseu, em tentar transformar seu filme em um clássico do gênero. Porém, peca um pouco na criação de uma história contínua e coerente.

Por fim, é um Sci-fi razoável. Tem um plot twist interessante e um enredo que instiga a gente a pensar na preservação do nosso meio ambiente. Entretanto, não vai ser seu filme favorito.
Talvez vale a pena assistir a ele num dia de semana, com aquelas promoções de meia entrada.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS