Como Ajudar
SUPERBANNER BONÉ RS

Classless Act inaugura série de clipes acústicos do álbum “Welcome To The Show”

Redação 89

Classless Act inaugura série de clipes acústicos do álbum “Welcome To The Show” imagem divulgação

A estreia mais empolgante do rock em 2022, Classless Act, está dando aos ouvintes uma visão diferente dos hinos que compõem seu álbum Welcome To The Show, lançado em 24 de junho pela Better Noise Music e que já acumulou mais de 2 milhões de streams. A partir de agora, o quinteto de Los Angeles lançará uma série de versões acústicas dos singles de sucesso do disco, começando com a autointitulada “Classless Act” ao lado de um novo vídeo.

O vocalista Derek Day apareceu recentemente no Taylor Hawkins Tribute Concert, onde se juntou a Dave Grohl e membros do Foo Fighters, bem como do Motley Crue, para um set especial de duas músicas. Ele pessoalmente recomendou um lugar na programação de estrelas de Justin Hawkins, do The Darkness, que também aparece na faixa “This Is For You”.

Nos próximos dois meses, Classless Act lançará uma nova versão acústica e um novo vídeo a cada duas semanas, culminando em uma coleção de 5 músicas, Welcome To The Acoustic Show, em 16 de dezembro. Os lançamentos adicionais incluirão versões acústicas de “This Is For You”, “Time To Bleed”, “All That We Are” e “Storm Before the Calm”.

Gravado no Sunset Sound, sem overdubs, mostra o talento de Derek Day e a musicalidade do talentoso conjunto que inclui Dane Pieper (guitarra), Griffin Tucker (guitarra), Franco Gravante (baixo) e Chuck McKissock (bateria). Gravante mixou as faixas acústicas.

“Todas as músicas do álbum começaram assim. E achamos que seria legal você ouvir onde começamos. E decidimos que se faríamos isso, precisaria ser AO VIVO; sem brincadeiras”, diz Derek Day.

Após o lançamento de Welcome To The Show em 24 de junho, Classless Act recebeu elogios como “a próxima grande coisa na música” (Next Mosh) e “muito reminiscente de quando o rock reinava supremo” (Loudwire). The Rock Pit declarou que as músicas do álbum “soa como o Queen costumava tocar tão bem com uma guitarra extravagante ao estilo Supertramp e Muse”, e o New Noise também disse que é um disco “que parece mais facilmente resumido como ‘poderoso’” de “uma banda nova que soa como os maiores sucessos das eras do rock dos anos 70 e 80, com uma graça e vibe que é mais moderna.”

As críticas do álbum ecoaram as críticas positivas que a banda recebeu por seu show, tendo dividido o palco com Dorothy e Dirty Honey, bem como uma abertura na maior turnê do verão, a Stadium Tour, que arrecadou US$ 173,5 milhões e passou pelos principais estádios dos EUA.

Vendo Classless Act ao vivo, BraveWords disse que a banda “selou seu lugar entre a nova elite do hard rock”. Splice afirmou: “Embora a banda possa ser nova, eles se apresentaram como profissionais experientes… Sua música estava cheia de batidas de condução, grandes ganchos, ótimo trabalho de guitarra e igualmente importantes toneladas de atitude rock n ‘roll”. E o Dread Music disse: “Classless Act absolutamente fez sua presença conhecida ao servir rock em uma bandeja para todos no parque… Era um fã antes de terminarem sua primeira música. Essa banda é outra no exército do futuro rock n roll e não tenho dúvidas de que o Classless Act estará por aí liderando sua própria turnê em breve.”

Além de aparecer na turnê que contou com Def Leppard, Joan Jett e Motley Crue, Classless Act também tocou Aftershock, onde eles dividiram a conta com Muse, Bring Me The Horizon e The Struts.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS