Como Ajudar
Especial U2

John Cale (The Velvet Underground) anuncia novo álbum; veja clipe do 1º single

Redação 89

John Cale (The Velvet Underground) anuncia novo álbum; veja clipe do 1º single imagem divulgação

John Cale anunciou nesta quarta-feira (19) MERCY, seu primeiro novo álbum de músicas originais em uma década, com lançamento em 20 de janeiro via Double Six/Domino, e apresentou um novo single/vídeo, “STORY OF BLOOD feat. Weyes Blood”. Por quase 60 anos, ou pelo menos desde que ele era um jovem galês que se mudou para Nova York e formou o The Velvet Underground, Cale vem reinventando sua música com uma regularidade deslumbrante e inspiradora. Houve o encantador folk de Paris 1919, seguido pelo rock retorcido de Fear, o provocativo ciclo de músicas Music for a New Society, seguido mais de 30 anos depois por poderosas obras eletrônicas. Mais uma vez, aqui está Cale, reimaginando como sua música é feita, soa e até funciona. Seu cativante MERCY de 12 faixas se move através da verdadeira eletrônica em direção a canções de amor vulneráveis e considerações para o futuro.

Em MERCY, Cale alista algumas das mentes mais curiosas da música: Animal Collective, Sylvan Esso, Laurel Halo, Tei Shi, Actress. Eles são apenas alguns do elenco surpreendente aqui, músicos brilhantes que entram na visão de Cale, que completou 80 anos em março e viu muitos colegas falecerem, principalmente durante a última década. MERCY é a continuação de uma longa carreira de trabalho com admiração. Cale sempre buscou novas maneiras de explorar velhas ideias de alienação, mágoa e alegria; MERCY é a última descoberta fascinante dessa mente.

Os escritos e gravações que moldaram o MERCY se acumularam durante anos, enquanto Cale observava a sociedade cambalear à beira da distopia. Trump e Brexit, Covid e mudanças climáticas, direitos civis e extremismo de direita – Cale deixou as más notícias do dia se infiltrarem em suas falas, quer isso significasse contemplar a soberania e o status do gelo derretendo perto dos polos ou o armamento desequilibrado dos americanos. Lições de uma vida ricamente vivida flutuaram à tona também, acenando para o lançado anteriormente NIGHT CRAWLING. Se estamos sempre lamentando nosso passado, não estamos nos recrutando para uma decepção permanente? E no final, como ele considera ao lado de Weyes Blood durante “STORY OF BLOOD,” não somos mais capazes de salvar um ao outro do que um deus que nunca conheceremos?

Durante “STORY OF BLOOD”, depois que o prelúdio do piano dá lugar a uma batida estremecedora e sintetizadores que parecem a luz do sol salpicando um campo de neve, as vozes de Cale e Natalie Mering de Weyes Blood deslizam uma pela outra, dois fantasmas tentando encontrar um parceiro em meio ao barulho moderno. “Swing your soul”, ambos cantam em aspiração. No verso final, Cale lembra que essa existência não é apenas sobre ele. “I’m going back to get them, my friends in the morning. Bring them with me into the light.” O vídeo do diretor vencedor do Emmy Jethro Waters é uma mistura de perturbador e sereno com Cale e Weyes Blood. Seus tons profundos e imagens religiosas enfatizam o clima sombrio e espiritual da faixa.

Cale elabora: “Estava ouvindo o último disco de Weyes Blood e me lembrei dos vocais puritanos de Natalie. Pensei que se eu pudesse convencê-la a vir e cantar comigo na seção ‘Swing your soul’, e algumas outras harmonias, seria lindo. O que eu consegui dela foi outra coisa! Uma vez que entendi a versatilidade em sua voz, foi como se eu tivesse escrito a música com ela em mente o tempo todo. Seu alcance e abordagem destemida à tonalidade foi uma surpresa inesperada.”

Assista abaixo ao vídeo de “STORY OF BLOOD feat. Weyes Blood”.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS