Como Ajudar
SUPERBANNER BONÉ RS

89 FM marca presença em 2º Tributo a Taylor Hawkins; saiba tudo sobre esse show histórico

Redação 89

89 FM marca presença em 2º Tributo a Taylor Hawkins; saiba tudo sobre esse show histórico Foto: Junior Camargo

O Foo Fighters comandou nesta noite de terça-feira (27) no Kia Forum de Inglewood, na Califórnia, o segundo tributo a Taylor Hawkins, reunindo grandes nomes da música, como Brian May e Roger Taylor do Queen, Geddy Lee e Alex Lifeson do Rush, John Paul Jones do Led Zeppelin, Alanis Morissete, Stewart Copeland, P!nk, Miley Cyrus, Geezer Butler, Lars Ulrich, entre outros. A 89 FM marcou presença por lá e você pode conferir grandes momentos nos Stories de nosso Instagram AQUI.

O tributo teve início de forma introspectiva com Violet Grohl, filha de Dave Grohl, fazendo uma belíssima versão cover de Hallelujah, de Leonard Cohen, ao lado de Alain Johannes. Na sequência, Joan Jett se uniu ao Foo Fighters para incendiar a arena com seus clássicos “Cherry Bomb” e “Bad Reputation”, contando com Travis Barker na bateria. Jon Davison, do Yes, foi o próximo convidado e escolheu “Owner of a Lonely Heart” para sua performance, seguida do clássico “Heroes”, de David Bowie, cantado por Kesha.

Assim como no primeiro show tributo, o supergrupo Them Crooked Vultures, formado por Dave Grohl, John Paul Jones do Led Zeppelin e Josh Homme do Queens of the Stone Age, voltou a se reunir e emocionou o público em sua apresentação ao mostrar uma poderosa versão de “Goodbye Yellow Brick Road”, de Elton John.

Mais momentos marcantes se seguiram com Wolfgang Van Halen junto de Justin Hawkins, Josh Freese e Dave Grohl fazendo covers de “Panama” e “Hot for Teacher”, do Van Halen. O Def Leppard também marcou presença e tocou seus hits “Rock of Ages” e “Photograph”, essa última com a participação de Miley Cyrus.

Isso tudo rolou por volta da metade do tributo, que ainda teria coisas como P!nk e Nancy Wilson cantando “Barracuda”, do Heart, Stewart Copeland subindo ao palco para apresentar clássicos do The Police e Alanis Morissette com Chad Smith do Red Hot Chili Peppers fazendo “You Oughta Know”, numa canção que lembrou a passagem de Taylor Hawkins pela banda da cantora canadense nos anos 1990.

Ainda rolaram mais performances incríveis com o Rush, assim como no primeiro tributo do início do mês em Londres, apresentando seus clássicos; Sebastian Bach, Geezer Butler e Lars Ulrich entregaram uma incrível versão de “Supernaut” do Black Sabbath; e Taylor Momsen, do The Pretty Reckless, com Kim Thayil, Matt Cameron e Krist Novoselic juntando forças em duas poderosas canções do Soundgarden: “The Day I Tried to Live” e “Black Hole Sun”.

Na parte final do concerto, Brian May e Roger Taylor se uniram ao Foo Fighters para emocionar o público com alguns clássicos do Queen, com destaque para a performance de “Somebody To Love” nos vocais de P!nk, e o solo acústico de “Love of My Life” comandado por Brian May.

Juntando-se a bateristas convidados, o Foo Fighters encerrou o tributo com uma sequência de 11 de seus maiores sucessos, com um brilho todo especial sobre Oliver Shane, filho de Taylor Hawkins, que tocou com a banda “My Hero” e “I’ll Stick Around”.

Este segundo tributo a Taylor Hawkins também contou com elementos especiais, como a subida ao palco da viúva Alison Hawkins, agradecendo a presença dos fãs de forma muito emocionada. Não deixe de conferir nos Stories do Instagram da 89 FM alguns desses grandes momentos que integraram esse concerto histórico. Nossa equipe esteve presente no show e a apresentadora Marcele Becker fez diversos registros que serão publicados ao longo do dia em nossas redes sociais. Fique ligado!



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS