Como Ajudar
Especial U2

Sorry compartilha videoclipe de seu novo single “Key To The City”

Redação 89

Sorry compartilha videoclipe de seu novo single “Key To The City” Foto: Iris Luz

A londrina Sorry compartilhou seu novo single “Key To The City”, que aparecerá em seu aguardado segundo álbum Anywhere But Here , a ser lançado em 7 de outubro pela Domino.

Anywhere But Here é o primeiro trabalho completo da banda desde que o EP Twixtustwain chegou no ano passado, juntamente com o lançamento digital oficial de suas mixtapes Home Demo/ns Vol I. e Home Demo/ns Vol. II. O álbum de estreia, 925, ganhou uma série de pontuações de resenhas quase perfeitas, inclusão em playlists e perfis na mídia global após seu lançamento em março de 2020.

Anywhere But Here foi produzido por Louis O’Bryen e Asha Lorenz, e Ali Chant junto com Adrian Utley do Portishead em Bristol. Enquanto Charlie Andrew coproduziu “Key To The City” e o single “Let The Lights On” (que entrou na A-List da 6 Music recentemente) com Louis e Asha. O disco estará disponível em vinil de 12” (com uma versão limitada em capa gatefold, opções de vinil verde neon e verde transparente, livreto de 4 páginas, pôster de ilustrações A2), CD, cassete e digitalmente.

Comentando sobre o novo single “Key To The City”, que é acompanhado por um vídeo dirigido por FLASHA, Asha diz: “‘Key to the City’ é uma música que surgiu de uma situação muito específica na minha vida, mas que espero ressonância mais universal. É uma espécie de ‘foda-se’ no momento da morte de um relacionamento que você não quer necessariamente terminar – quando é difícil conciliar sentimentos de raiva, ciúme, ressentimento etc com o amor inegável que você ainda tem por essa pessoa. Esse cruzamento de orgulho e vulnerabilidade me levou a uma imagem de um cervo na luz dos faróis. Trata-se de tentar ao máximo manter o controle quando você sabe que está exposto emocionalmente, sexualmente, espiritualmente, tudo. Na nudez dos faróis, na nudez do amor de alguém.”

Asha continua: “A música surgiu após a sessão de gravação e resultou de Louis experimentando novas afinações para nos dar um empurrão. Este tem uma sensação de Nick Drake. Queríamos que soasse cinematográfico e solitário.”



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS