Como Ajudar
Especial U2

Baixista do Fiver Finger Death Punch critica celebridades que ameaçam deixar EUA

Redação 89

Baixista do Fiver Finger Death Punch critica celebridades que ameaçam deixar EUA imagem divulgação

Chris Kael, baixista do Fiver Finger Death Punch, usou sua conta no Twitter nesta segunda-feira (27) para criticar celebridades que ameaçam deixar os Estados Unidos devido às tensões sobre ideologias e política, que aumentaram de forma significativa após a decisão da última sexta-feira (24) da Suprema Corte local, que derrubou o direito das mulheres realizarem aborto.

O músico de 48 anos fez seus comentários depois que Billie Joe Armstrong, vocalista do Green Day, dizer que estava renunciando à sua cidadania americana (AQUI), além de duras manifestações contra a decisão por parte de artistas ao longo do fim de semana.

Kael disse em seu tuíte: “Ninguém se importa com nada o suficiente para fazer as malas e sair do país. É fácil dizer no palco, na TV e nas redes sociais. Mas, quando foi a última vez que você realmente fez as malas por mais tempo do que breves férias com um retorno rápido para casa? Parem de mentir”.

A declaração do baixista refere-se às manifestações de celebridades em 2016 que prometeram sair dos Estados Unidos em caso de vitória de Donald Trump para a presidência, incluindo Corey Taylor, do Slipknot, Randy Blythe do Lamb Of God, e Lars Ulrich, do Metallica. Apesar de declarações, todos permaneceram vivendo nos Estados Unidos após a posse de Trump, em janeiro de 2017.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS