Como Ajudar
Especial U2

Há 35 anos a polícia encerrava as gravações de um videoclipe do U2

Redação 89

Há 35 anos a polícia encerrava as gravações de um videoclipe do U2 imagem divulgação

Há exatos 35 anos, em 27 de março de 1987, o U2 filmava o videoclipe da canção “Where The Streets Have No Name” no topo do edifício da Republic Liquor Store, na East 7th Street com Main South Street, em Los Angeles.

Era uma ação promocional do terceiro single do álbum The Joshua Tree muito bem planejada cerca de duas semanas antes pelo diretor Meiert Avis com a ajuda dos produtores Michael Hamlyn e Dossett Ben. Os caras reforçaram a laje do último andar do prédio, para que aguentasse uma possível invasão de fãs, e instalaram um gerador, caso a polícia cortasse a energia. Também estudaram a vizinhança para obterem os melhores ângulos e tomadas da apresentação. E o melhor: tudo foi criado para ser registrado em tempo real.

“O U2 está planejando realizar uma performance às 3h30 da tarde, na East 7th Street e a expectativa é de uma multidão de cerca de 30.000 pessoas”, diz o locutor no início do clipe, após a banda informar que faria uma gravação nada convencional. A polícia aparece no local para informar a equipe da banda sobre os problemas relacionados à gravação. Tudo está sendo registrado, mas as autoridades sabem que se trata do U2 e resolvem aguardar a banda se apresentar. E isso não estava nos planos, a ideia era que membros da produção ou alguém do grupo irlandês fosse preso. Então, Bono dramatiza a cena e informa a multidão que a gravação será interrompida pela polícia. Só neste momento os policiais invadem o telhado do edifício para bater boca com os produtores e receber vaias da multidão, devidamente registradas pela equipe de Avis.

Bono revelou em 2005 à revista americana Rolling Stone que teve a ideia da letra dessa canção enquanto viajava pelo norte da Etiópia em 1985. “A essência dessa música é muito poderosa. No deserto, nós conhecemos Deus. Em momentos de seca, de adversidade, descobrimos quem somos”, disse o músico. Na gravação do clipe dessa canção o U2 descobria quem realmente era naquele momento, uma das maiores bandas de rock do mundo.

O clipe de “Where The Streets Have No Name” rendeu ao U2 o Grammy de Melhor Performance de Videoclipe em 1989. Utilize o player abaixo e curta este incrível capítulo da história do rock aqui no site da 89:

No mapa abaixo você tem o local exato onde ocorreu essa apresentação, um edifício que se apresenta como um palco perfeito para uma apresentação musical:



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS