Como Ajudar
Especial U2

Disco “The Number Of The Beast”, do Iron Maiden, completa 40 anos

Redação 89

Disco “The Number Of The Beast”, do Iron Maiden, completa 40 anos imagem divulgação

Há 40 anos cravados, em 22 de março de 1982, o Iron Maiden lançava o álbum The Number Of The Beast, seu terceiro trabalho de estúdio, gravado no início daquele ano no Battery Studios, de Londres, com produção de Martin Birch. Ele é muito importante na história da banda porque marca a estreia de Bruce Dickinson nos vocais. Com seu estilo operístico, abriu novas possibilidades de composições para a banda, o que resultou em músicas que se tornariam clássicos do rock.

A faixa-título foi uma inspiração do baixista Steve Harris após ter um pesadelo depois de ter assistido ao filme Profecia II (1978) e lido o poema “Tam o’Shanter” do escritor escocês Robert Burns. A canção também ganhou uma introdução que se tornou clássica com uma sombria narração do Apocalipse pelo ator inglês Barry Clayton.

Outro detalhe desse disco é sua arte de capa concebida pelo artista Derrick Riggs originalmente para o single “Purgatory”, do álbum anterior Killers, mas como a banda considerou o desenho bom demais, o segurou para ilustrar seu novo trabalho.

The Number of the Beast foi o primeiro disco do Iron Maiden a alcançar o topo da parada britânica e o seu single de estreia “Run to the Hills” colocou a banda pela primeira vez no Top 10 inglês. Ele é considerado um dos melhores álbuns de heavy metal de todos os tempos. Steve Harris comentou recentemente esse trabalho e soltou a seguinte frase: “Considerávamos ter gravado um bom álbum, um álbum forte. Mas não saímos do estúdio achando que tínhamos feito história”.

Utilize o player abaixo e curta um dos mais importantes trabalhos da história do rock:

The Number Of The Beast:
Bruce Dickinson (Vocal)
Steve Harris (Baixo)
Adrian Smith (Guitarra)
Dave Murray (Guitarra)
Clive Burr (Bateria)



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS