Como Ajudar
Especial U2

Pink Floyd remove músicas de serviços de streaming na Rússia e Belarus

Redação 89

Pink Floyd remove músicas de serviços de streaming na Rússia e Belarus imagem divulgação

O Pink Floyd utilizou suas redes sociais na noite desta sexta-feira (11) para anunciar que decidiu retirar parte de suas músicas das plataformas digitais para usuários de Rússia e Belarus por conta da invasão militar na Ucrânia. A manobra do grupo engloba todas as suas músicas lançadas a partir de 1987 e o catálogo solo do vocalista/guitarrista David Gilmour.

As gravações do Pink Floyd que foram removidas incluem, portanto, A Momentary Lapse of Reason, seu primeiro álbum sem o membro fundador Roger Waters, e sua continuação de 1994 The Division Bell. Em 2014, a banda também lançou The Endless River usando registros de 1993 e também lançou três álbuns ao vivo desta época e um box set, The Later Years. O resto da discografia do grupo continuará disponível, incluindo os antológicos discos Dark Side of the Moon e The Wall.

Nas redes sociais, o Pink Floyd explicou a decisão: “Para apoiar o mundo em condenar fortemente a invasão da Ucrânia pela Rússia, as obras do Pink Floyd, de 1987 em diante, e todas as gravações solo de David Gilmour estão sendo removidas de todos os provedores de música digital em Rússia e Bielorrússia a partir de hoje”.

Gilmour, logo após a invasão russa na Ucrânia se posicionou nas redes sociais escrevendo: “Soldados russos, parem de matar seus irmãos” (AQUI). No início desta semana, Waters também condenou a guerra em uma carta aberta a uma fã ucraniana. “Estou enojado com a invasão da Ucrânia pelo [presidente russo Vladimir] Putin” (AQUI).



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS