Como Ajudar
Especial U2

The Cure: novo álbum já tem título e previsão de lançamento

Redação 89

The Cure: novo álbum já tem título e previsão de lançamento imagem divulgação

Robert Smith, vocalista do The Cure, disse numa entrevista para a NME que o próximo trabalho da banda deverá ser disponibilizado no mercado a partir de setembro deste ano. Falando com a publicação inglesa após receber com o Chvrches o prêmio de Melhor Canção de Artista britânico com “How Not to Drown” no NME Awards, comentou que um dos dois discos que o grupo prepara está finalizado.

“Infelizmente, é o segundo que está terminado. [Por outro lado] Eu tenho que fazer quatro vocais e há 10 músicas em cada álbum. Vamos mixar no mês que vem, em 1º de abril, então ainda tenho três semanas”, comentou. Ele deixou escapar o título desse trabalho. “Ele se chama ‘Songs Of The Lost World’. Tem arte, tem uma ordem de execução, está quase pronto! Eles são tão lentos por causa do vinil, mas pode chegar em setembro”, revelou Smith, acrescentando que está ansioso para realizar o lançamento.

Sobre o que os fãs podem esperar, ele continuou: “Bem, o primeiro álbum do Cure é implacável desgraça e tristeza. É a coisa mais triste que já fizemos. O segundo é otimista”. E a respeito de seu disco solo, Smith disse que sairá somente no ano que vem.

No mês passado, o guitarrista da banda Reeves Gabrels, havia adiantado em uma nova entrevista ao Ultimate Classic Rock, que os caras têm muito material no ponto de ser finalizado.  Discutindo o longo processo de gravação da banda, comentou: “Fomos muito produtivos durante a pandemia. Isso é ótimo, exceto que significa que você realmente não pode julgar as músicas até que você as finalize. Você meio que tem que trazer todo esse material até o ponto em que você pode ouvir o que ele realmente é”. O guitarrista acrescentou que tem contribuído com suas partes remotamente do norte de Nova York, enquanto o resto do grupo grava na Inglaterra. Em junho do ano passado, o vocalista Robert Smith abordou detalhes do próximo álbum do The Cure em uma entrevista ao The Sunday Times. De acordo com ele, esse novo trabalho também poderá representar o último do grupo. “A nova coisa do Cure é muito emocional”, disse Smith, acrescentando: “São 10 anos de vida destilados em algumas horas de coisas intensas. E eu não posso pensar que nunca vamos fazer qualquer outra coisa. Eu definitivamente não posso fazer isso de novo”, analisou. O lendário grupo britânico não coloca no mercado um álbum há mais de uma década, o mais recente é 4:13 Dream, de 2008.

No final do ano passado, o The Cure anunciou uma grande turnê europeia de 44 datas que tem previsão de início para 6 de outubro em Riga, na Letônia, e que será finalizada em 11 de dezembro de 2022 na SSE Arena de Wembley, na Inglaterra. No seu comunicado à imprensa, a banda também confirmou que o baixista Simon Gallup, que deixou o grupo brevemente no início do ano passado, estará na formação. Saiba mais sobre a saída e o retorno dele AQUI.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS