Como Ajudar
Especial U2

Fundadora do Pussy Riot lança coleção de NFTs em prol de vítimas da guerra na Ucrânia

Redação 89

Fundadora do Pussy Riot lança coleção de NFTs em prol de vítimas da guerra na Ucrânia imagem divulgação

Nadezhda Tolokonnikova, mais conhecida como Nadya Tolokno, cofundadora do Pussy Riot, anunciou no Twitter que lançou uma organização autônoma descentralizada que venderá tokens não fungíveis (NFTs) para apoiar as vítimas da invasão russa à Ucrânia.

“O objetivo é arrecadar fundos para doar para organizações civis ucranianas que ajudam aqueles que sofrem com a guerra que Putin começou na Ucrânia”, escreveu ela na rede social.

Para isso, a ucraniana DAO, fundada em colaboração com a Trippy Labs e a PleasrDAO, vai cunhar 10.000 NFTs da bandeira ucraniana na criptomoeda Ethereum e distribuir os lucros de suas vendas para a Return Alive Foundation e Mission Proliska.

Sobre sua decisão de cunhar imagens da bandeira em vez de arte ou música original, Nadya disse (via Decrypt): “não se trata de nenhum artista específico ou estética – é sobre algo muito maior do que todos nós, é um gesto puro de solidariedade”.

A banda Pussy Riot é uma crítica feroz ao governo de Putin, no ano passado lançou um videoclipe (AQUI) no qual pedia que todos os prisioneiros políticos russos fossem libertados, incluindo o líder da oposição Alexei Navalny e a integrante do grupo, Masha Alekhina, que cumpria pena de dois anos em prisão domiciliar por participar dos protestos contra o governo.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS