Promoção - TEMOS VAGAS 2024 | Lollapalooza

Bruce Springsteen vende catálogo musical por 500 milhões de dólares, diz jornal

Redação 89

Bruce Springsteen vende catálogo musical por 500 milhões de dólares, diz jornal imagem divulgação

Bruce Springsteen vendeu os direitos de todo o seu catálogo musical para a Sony Music, segundo noticiou nesta quinta-feira (16) o jornal americano The New York Times.

De acordo com a publicação, a venda atingiu valores que podem chegar na casa dos US$ 500 milhões, cerca de R$ 2,8 bilhões, o que representaria a maior negociação já registrada até hoje de um artista sobre direitos autorais. Em dezembro do ano passado, Bob Dylan vendeu seu catálogo por US$ 300 milhões, mais de R$ 1,7 bilhão, o que representou a maior aquisição da história envolvendo direitos de publicação musical.

Embora Springsteen trabalhe com a Columbia Records, de propriedade da Sony, desde que assinou com a gravadora em 1972, a Billboard explicou no mês passado (AQUI) que ele adquiriu ao longo dos anos os direitos de sua música como parte de uma renegociação de contrato.

Bruce Springsteen é um dos artistas mais bem-sucedidos dos últimos 50 anos, com 65,5 milhões de vendas de álbuns apenas nos Estados Unidos. Estima-se que seu catálogo de publicações renda cerca de US$ 7,5 milhões (R$ 42 milhões) por ano.

Esse tipo de venda de todo o catálogo musical vem se mostrando uma opção atraente para músicos veteranos renomados que estão preferindo deixar boas quantias em dinheiro para seus herdeiros, enquanto grupos especializados passam a controlar profissionalmente todas as suas publicações.

Além de Springsteen e Dylan, recentemente Tina Turner, Neil Young, Aerosmith, Stevie Nicks e Red Hot Chili Peppers negociaram seus direitos de publicação em troca de grandes quantias de dinheiro.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS