Brodr promove live com Gabriel O Pensador e convidados para falar sobre lançamento de novo catálogo musical

Willian Maier

Brodr promove live com Gabriel O Pensador e convidados para falar sobre lançamento de novo catálogo musical imagem divulgação

A Brodr, primeiro marketplace especializado em venda de ativos musicais do Brasil, promove uma Live, no dia 07 de julho às 19h para apresentar o seu novo projeto, os NFTs Colecionáveis e M-Share de uma grande personalidade da música nacional.

Durante o bate-papo que acontece no instagram @brodrmusic, o CEO Ricardo Capuccio e o COO/CMO Khalil Sautchuk vão receber Gabriel O Pensador, Alexandre Carlos, vocalista do Natiruts, Pretinho da Serrinha, além de outras personalidades como o tecladista do Jota Quest, sócio do marketplace e responsável pela curadoria artística.

Recentemente a Brodr comemorou a venda de 100% das cotas dos catálogos dos artistas Guilherme Franco, LOthief e o álbum Digno – Global Worship. Os fonogramas do álbum gospel comercializados em junho de 2020, rendem hoje 2,41% ao mês em royalties para seus investidores, já as obras musicais de LOthief que tem quase 1 milhão de acessos mensais no Spotify, chegam a média mensal de 1,10%.

O mesmo aconteceu com o compositor Guilherme Franco, que disponibilizou cerca de 300 obras musicais divididas em cotas e comercializadas no primeiro trimestre de 2021. As canções interpretadas por grandes nomes da música, como Gabriela Rocha, chegam a ter mais de 20 milhões de acessos mensais no Youtube e rendem para quem investiu, 1,27% a.m.

A tecnologia usada pela empresa para comercializar os royalties é o NFT (Non-fungible token), uma chave eletrônica criptografada que gera um certificado de autenticidade.

O uso do NFT tem movimentado o mercado de investimentos. No Brasil a tecnologia está cada vez mais presente e vem ganhando presença relevante na indústria da música. A venda de ativos musicais por meio desse sistema permite que investidores, cantores, compositores, fãs e o público em geral tenham acesso a um mercado que gera receita milionária e tende a ser um dos modelos de negócio mais promissores para os próximos anos.

De acordo com a Global Music Report, da IFP (Federação Internacional da Indústria Fonográfica) 60% da arrecadação financeira no setor está ligada à venda de ativos. Sempre que uma música é tocada nas plataformas digitais, em público ou regravada, a receita gerada é distribuída para os “Brodrs”, clientes da startup.

SERVIÇO:
Live Brodr
Data: 07/07/2021
Horário: 19h
Onde: Instagram @brodrmusic



COMPARTILHE