Plataforma brasileira inicia 1ª venda de ingressos para festivais em NFT da América Latina

Redação 89

Plataforma brasileira inicia 1ª venda de ingressos para festivais em NFT da América Latina imagem divulgação

A primeira plataforma de música em NFT (Non-Fungible Tokens) do Brasil, Phonogram.me, lançou seu primeiro leilão de 100 passes vitalícios para três festivais icônicos da música independente no país: Bananada, Coquetel Molotov e DoSol. A iniciativa marca a primeira venda de ingressos em NFT da América Latina (AQUI).

Com a pandemia, a demanda pelo digital se acelerou e tornou os tokens não-fungíveis (NFTs) alternativas no mundo inteiro. O Phonogram.me trouxe esta tendência internacional, permitindo que qualquer pessoa possa investir em produtos ligados à música. “A proposta do marketplace é valorizar os profissionais de toda a cadeia do mercado de música. Com isso, o Phonogram.me possibilita uma nova oportunidade de renda, inclusive, para os produtores de eventos, que vão começar a olhar para o NFT como uma ferramenta poderosa para ingressos e merchandising, já que a sua revenda gera lucro para os criadores originais, diferente do que acontecia até hoje com o ingresso sendo revendido por cambistas, por exemplo”, explica Janara Lopes que, ao lado de Lucas Mayer, é sócia da plataforma.

Para estrear as operações do Phonogram.me, a primeira experiência com os leilões é promovida em uma parceria com o ATROÁ – corruptela de “A Trois” (ou traduzindo “A Três”) – projeto que reúne três importantes festivais para o cenário da música indie: o Bananada, festival realizado em Goiânia desde 1999; o Coquetel Molotov, que acontece em Recife desde 2004; e o DoSol, que ocorre em Natal desde 2002. O passe leiloado dá direito a entrada livre para uma pessoa às principais arenas em todos os eventos físicos dos três festivais no Brasil e em qualquer outro lugar do mundo, e também acesso a todas as ações digitais destes eventos.

O produtor do Festival Bananada, Fabrício Nobre, explica que “o Crypto Pass seria uma espécie de cadeira cativa. Estas cadeiras cativas se transformaram em ingressos pra vida e logo decidimos utilizar a tecnologia dos NFTs”.

O passe para o ATROÁ vem em formato de Crypto Pass, numerado, em formato de vídeo, contendo uma obra de arte 3D criada por ROSABEGE e trilha sonora feita por Benke Ferraz e Anderson Foca. Além disso, quem adquirir este NFT receberá também uma obra especial criada pelos artistas visuais Maria Eugênia Franco e Caio Vitoriano em formato de pôster em serigrafia. Além do ingresso vitalício, o comprador do Crypto Pass 001/100 recebe a obra original digital transformada em NFT. Já o fonograma da trilha original acompanha o Crypto Pass 002/100.

No dia 03 de julho, é a vez do material inédito da banda BaianaSystem – em parceria com André Abujamra, embaixador do Phonogram.me – entrar em leilão na plataforma. Serão disponibilizados 3 NFTs para o leilão: o primeiro será um NFT com conteúdos exclusivos, dentre eles a música integral, encontro de 30 minutos em chamada de vídeo com artistas, um ingresso vitalício para apresentações da banda e mais um ingresso para o Navio Pirata, bloco de carnaval da banda que mobiliza milhares de pessoas todo ano; o segundo NFT leiloado são 4 animações sonorizadas, cada uma contendo uma parte diferente da música, e um ingresso vitalício. Já a terceira dá direito a 5 GIFs sonorizados com um trecho da música, além de uma máscara do BaianaSystem autografada.

Vendas de obras inéditas de grandes nomes da música brasileira e conteúdos exclusivos para a plataforma também estão na agenda de leilões do Phonogram.me, que ocorrem semanalmente e podem ser consultados no marketplace: https://phonogram.me. Mais sobre essa plataforma AQUI.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS