Semana trouxe boas novas para retomada do setor de eventos ao vivo no Brasil

Redação 89

Semana trouxe boas novas para retomada do setor de eventos ao vivo no Brasil imagem divulgação

A XP atualizou esta semana um estudo de março que mostrava que toda população brasileira adulta iria receber ao menos uma dose de vacina contra covid-19 até o mês de setembro.  “Nossa projeção continua a mesma. Mas o cenário teve uma novidade: o governo assinou um segundo contrato com a Pfizer de mais de 100 milhões de doses no 4º trimestre. Esse contrato levou o risco praticamente para zero”, explicou Fernando Genta, economista-chefe da XP Asset. A expectativa, segundo o estudo (AQUI), é que o último trimestre do ano será destinado praticamente para as segundas doses.  “O governo vai ter tanta dose sobrando que, nas nossas contas, se você ficar só na imunização de adultos, em setembro já vai sobrar 40 milhões de doses”, comentou Genta.

Essas boas perspectivas do estudo somadas a antecipação do calendário de vacinação no Estados de São Paulo, motivam o setor de eventos para uma verdadeira retomada. “Ainda que o mercado tenha se adequado ao momento trabalhando no formato digital e híbrido, é sabido que o presencial ainda é o mais eficaz e que resulta em movimento de empregos e fluxo financeiro mais expressivo”, explica Felipe Guedes, diretor da Intensitá agência.

Guedes ressalta que agora é hora de dar atenção total aos protocolos de segurança para a boa condução de eventos presenciais. “Nossos clientes precisam conhecer, entender e sentir-se cuidados por nós, players e fornecedores do setor. É preciso entender que, com vacina, com alguns estados vacinados, ainda não teremos 100% de segurança e teremos a parceria das máscaras, álcool gel e o distanciamento mínimo por um bom tempo”, acrescentou.

O governo de São Paulo começou a promover esta semana 10 eventos-teste oficiais – que se estenderão até 30 de julho – para iniciar sua retomada do Estado e a prefeitura da capital prevê realizar o GP de Fórmula 1 em novembro com público no Autódromo de Interlagos. Enquanto isso, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, confirmou o primeiro evento teste pós-vacinação. O local escolhido para um carnaval fora de época foi a Ilha de Paquetá, no Nordeste da Baía de Guanabara. O evento está previsto para acontecer em setembro apenas com a população local, que prepara-se para receber a vacina em massa no próximo dia 20.

Com a maioria da população imunizada e se os eventos-teste apresentarem resultados satisfatórios, a volta de shows ao vivo pode rolar com força total no ano que vem. O Music Trends Colombia tem publicado que grandes nomes da música internacional, como Billie Eilish, Harry Styles e Taylor Swift, tem negociado apresentações para a América Latina em 2022. Isso é um indicativo de que com a pandemia controlada até o final do ano, o setor de eventos ao vivo comece a operar com números satisfatórios.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS