Led Zeppelin, The Who e King Crimson pedem reforma na lei de direitos autorias

Redação 89

Led Zeppelin, The Who e King Crimson pedem reforma na lei de direitos autorias imagem divulgação

Jimmy Page, Robert Plant e John Paul Jones, do Led Zeppelin, Roger Daltrey, do The Who, e Robert Fripp, do King Crimson, estão entre os mais de 150 músicos britânicos que solicitam ao primeiro-ministro Boris Johnson que atualize a lei de direitos autorais do Reino Unido para aumentar suas receitas de streaming.

Em uma carta aberta, do Sindicato dos Músicos em parceria com a Ivors Academy e a campanha #BrokenRecord, os signatários dizem que a lei em torno das receitas de streaming e pagamentos de royalties “não acompanhou o ritmo das mudanças tecnológicas” na indústria musical.

Essa solicitação chega no momento em que o governo britânico está examinando o documento “Economics Of Music Streaming”, que fala sobre o impacto econômico que o streaming de música representa para artistas, gravadoras eo mercado como um todo.

“À medida que o mundo inteiro se converteu para o on-line durante a pandemia, músicos que escrevem, gravam e se apresentam para viver foram liquidados por uma lei que simplesmente não acompanhou o ritmo das mudanças tecnológicas”, diz Horace Trubridge, secretário-geral do Sindicato dos Músicos. Ele acrescenta: “Os artistas precisam receber uma parte das receitas, assim como recebem quando tocam no rádio”.

As informações são da Blabbermouth.Net, que disponibilizou a carta na íntegra AQUI.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS