Sony Music da Austrália demite executivo após investigação de assédio

Redação 89

Sony Music da Austrália demite executivo após investigação de assédio imagem 89

A Sony Music Australia demitiu seu vice-presidente de música comercial, Tony Glover, depois que uma investigação interna descobriu que ele havia intimidado e assediado vários funcionários. Essa investigação começou em fevereiro, com Glover sendo demitido no final da semana passada.

Um porta-voz da divisão australiana da empresa disse em um comunicado, reproduzido pelo  Sydney Morning Herald: “Ao receber queixas de suposto comportamento inadequado, um advogado sênior foi imediatamente contratado para investigar independentemente as alegações. Após a conclusão da investigação, a empresa atuou nas apurações. A Sony Music Australia pode confirmar que Tony Glover foi demitido com efeito imediato”.

A investigação foi iniciada através de uma queixa formal de um funcionário da Sony no início deste ano, no entanto, vários funcionários já haviam acusado Glover de bullying e assédio. O executivo negou as alegações feitas contra ele, dizendo ao SMH que as queixas o surpreenderam: “Acho que sou uma pessoa decente, uma pessoa leal”.

Há algum tempo as empresas em todo o mundo começaram a levar a sério as alegações de comportamento inadequado, assédio e abuso, especialmente na esteira do movimento #MeToo, que ganhou força em 2017 quando quando a atriz Alyssa Milano publicou no seu Twitter um pedido para que todas as pessoas que já sofreram assédio sexual usassem a hashtag.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS