“Brasil”, clássico de Cazuza, ganha nova versão com Almério e Ney Matogrosso

Redação 89

“Brasil”, clássico de Cazuza, ganha nova versão com Almério e Ney Matogrosso Foto: Ana Migliari / Divulgação

Neste domingo, 4 de abril, Cazuza completaria 63 anos se estivesse vivo. E o poeta do rock nacional ganhou uma homenagem com a regravação de um de seus maiores sucessos, “Brasil”.

A música integrará um álbum somente de covers de Cazuza, intitulado Tudo é Amor, a ser lançado em maio deste ano pelo cantor pernambucano Almério. Nessa releitura, ele conta com a participação especial de Ney Matogrosso, que foi um dos grandes apoiadores do início de carreira do Barão Vermelho e, consequentemente, de Cazuza.

A canção sobre a forma desleixada como o brasileiro lida com as coisas foi escrita por Cazuza ao lado de Nilo Romero e George Israel (saxofonista do Kid Abelha) para seu terceiro álbum solo Ideologia , de 1988. No entanto, a versão que ajudou essa música a ganhar destaque nacional foi gravada naquele mesmo ano por Gal Costa, que entrou na abertura da novela Vale Tudo, da TV Globo.

A incrível atualidade de pensamento dessa canção sobre a “grande pátria desimportante” foi influenciada pela atitude do nosso rock nacional. Certa vez, Cazuza afirmou que escreveu “Brasil” após uma “inveja criativa” que sentiu ao ouvir “Que País é Este?”, música de 1978, mas lançada em 1987 pela Legião Urbana.

No player abaixo você tem a homenagem a Cazuza nas vozes de Almério e Ney Matogrosso:



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS