Ozzy Osbourne diz que se não tomar vacina, há uma boa chance dele não estar mais por aqui

Redação 89

Ozzy Osbourne diz que se não tomar vacina, há uma boa chance dele não estar mais por aqui imagem divulgação

Ozzy Osbourne voltou a abordar seus problemas de saúde no mais recente episódio de “Ozzy Speaks” no Ozzy’s Boneyard, programa da rádio americana SiriusXM. Conversando com o coapresentador Billy Morrison, Ozzy, que fez 72 anos em dezembro, confirmou que está planejando se vacinar contra a COVID-19 assim que puder.

Questionado sobre as teorias da conspiração em cima do tema das vacinas, disse não se importar com isso. “Veja bem, se eu não tomar a vacina e pegar o vírus, há uma boa chance de eu não estar mais aqui”, comentou o Príncipe das Trevas em trecho destacado pelo canal do YouTube da emissora (confira abaixo).

Em novembro do ano passado, o cantor revelou sofrer de uma doença respiratória que o coloca em grande risco de pneumonia, caso desenvolva Covid-19. Em declaração dada à revista QG, comentou sobre a DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica) que dificulta a respiração e piora com o tempo. “Eu tenho enfisema, então se eu pegar esse vírus, tô ferrado”, disse ele.

Questionado sobre como estava sua saúde naquele momento (final do ano passado), Ozzy disse: “A cirurgia pela qual passei me derrubou. Mas eu quebrei meu pescoço em um acidente de quadriciclo [em 2003] e então [com o tempo] isso passou a apertar minha coluna vertebral e percebi todos os tipos de coisas estranhas acontecendo comigo. Eu estava no palco e de repente sentia um choque acentuado em um lado do meu corpo. Então uma noite, há 18 meses, fui ao banheiro no escuro e cai no chão. Eu disse:’Sharon, estou no chão’, e ela responde: ‘Bem, levante-se então!’ Mas eu não podia. Quando você tem 70 anos, as comportas se abrem e tudo vai ladeira abaixo”.

Ozzy também contou sobre as medidas que toma para evitar o novo coronavírus. “Se eu sair, uso uma máscara, mas não gosto de usar máscara, então não saio muito”, disse ele. “O produtor do meu álbum [Andrew Watt] pegou o vírus. Eu ligava para ele todos os dias e ele dizia que não conseguia dormir, porque assim que ele ia dormir, parava de respirar. Ele não é a mesma pessoa agora… É como qualquer um que teve uma experiência de quase-morte: ele se tornou um pouco cuidadoso com a vida. Mas minhas duas netas pegaram e não parecia que havia algo errado com elas”, relatou.

Há pelo menos dois anos enfrentado sérios problemas com sua saúde, Ozzy começou a dar sinais de que está finalmente se recuperando em julho do ano passado. Na ocasião, a esposa Sharon ressaltou numa participação no podcast Wild Ride!, de Steve-O, que seu quadro clínico não a preocupava. “Nós chegamos a pensar que ele poderia não voltar a andar mais. Mas ele está andando e está indo muito bem. Teve de tomar muito medicamento, mas isso agora está fazendo bem a ele”, revelou.

Ozzy também começou a trabalhar de forma intensa no final do ano passado e já prepara um novo álbum de estúdio, que sucederá Ordinary Man, lançado em fevereiro de 2020.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS