Don McLean faz nova versão de “American Pie” com grupo vocal Home Free

Redação 89

Don McLean faz nova versão de “American Pie” com grupo vocal Home Free imagem divulgação

Don McLean se juntou à banda Home Free, que faz música à capela, para uma nova versão de seu clássico de 1971 “American Pie”, marcando os 61 anos do “Dia Que a Música Morreu” (veja abaixo).

“Qualquer canção que tenha uma melodia legítima se presta a uma rendição à capela”, declarou McLean ao The Tennessean. “Os caras do Home Free fizeram um tremendo trabalho”, acrescentou.

“Começa de uma maneira que é muito introspectiva, muito fiel às palavras e ao momento de ‘O Dia Que a Música Morreu’, e o quão poderoso isso pode ser”, explica o tenor do Home Free, Austin Brown. Ele continua: “Embora fosse ‘O Dia em que a Música Morreu’, de muitas maneiras, foi também o ‘Dia que a Música Renasceu'”.

Confira a nova versão de “American Pie” utilizando o player abaixo:

Entenda o Dia Que a Música Morreu

Em 3 de fevereiro de 1959 morreram em um acidente aéreo em Clear Lake, no Iowa, Buddy Holly (22 anos), Big Bopper (28 anos) e Ritchie Valens (17 anos). Eles eram os maiores nomes da música jovem daquela época, o que gerou um enorme vazio no cenário do entretenimento (tem um documentário legendado AQUI).

Onze anos depois, o fato foi retratado pelo músico Don McLean na música “American Pie”, que descreveu o acidente como “O dia em que a música morreu” (“The day the music died”).

McLean tinha 13 anos quando seus ídolos perderam juntos suas vidas e revelou que aquilo lhe causou uma enorme tristeza. Ficou pensando no acidente por anos, e automaticamente acabou lapidando o que se tornaria a abertura de um dos maiores clássicos do rock.

A letra de “American Pie” não retrata o acidente, apenas explora o clima de nostalgia com o fim dos anos 60. McLean deixou claro por diversas vezes que não pensou numa homenagem direta e que os DJs das rádios da época foram os responsáveis pela associação de sua música com o acidente de Holly, Bopper e Valens. Como o verso inicial da canção é de causar arrepios, ficou impossível não fazer qualquer tipo de relação com o trágico dia para o rock´n´roll, imortalizando aqueles artistas.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS