Iron Maiden: álbum “Killers” completa 40 anos de seu lançamento

Redação 89

Iron Maiden: álbum “Killers” completa 40 anos de seu lançamento imagem divulgação

Há 40 anos cravados, em 2 de fevereiro de 1981, o Iron Maiden lançava o álbum Killers, o último com o vocalista Paul Di’Anno. Gravado entre novembro de 1980 e janeiro de 1981 no Battery Studios de Londres, esse disco marca ainda a estreia de Adrian Smith no lugar do guitarrista Dennis Stratton.

Steve Harris no baixo, Dave Murray na guitarra e Clive Burr na bateria completavam a formação que gravou todas as faixas com produção de Martin Birch, profissional que iniciava sua parceria com o Iron, mas que já havia assinado trabalhos de bandas como Deep Purple, Whitesnake e Black Sabbath.

A tracklist de Killers, contendo duas músicas instrumentais, é praticamente uma aula de heavy metal acrescida de atitude punk, algo que diferenciava o grupo dos demais naquela época. Sua faixa-título, “Wrathchild”, “Murders in the Rue Morgue” e “Purgatory” se transformariam em verdadeiros clássicos.

A icônica capa de Derek Riggs traz o mascote Eddie empunhando uma machadinha ensanguentada com uma tenebrosa Londres como pano de fundo. Inclusive, o nome do álbum foi uma provocação à Margaret Thatcher, então primeira-ministra britânica. No single de “Sanctuary”, lançado um ano antes, ela aparecida sendo assassinada por Eddie e acabou protestando contra sua “morte”. Foi o suficiente para inspirar o título do disco. Reza a lenda que na capa de Killers, as mãos que agarram a camisa de Eddie pertenceriam a Thatcher.

Confira este incrível trabalho no Iron Maiden na íntegra utilizando o player abaixo:



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS