SUPERBANNER BONÉ RS

Vídeo mostra Cazuza gravando clássico de Cartola, “O Mundo é um Moinho”

Redação 89

Vídeo mostra Cazuza gravando clássico de Cartola, “O Mundo é um Moinho” imagem divulgação

Há exatos 40 anos, em 30 de novembro de 1980, a música brasileira perdia um de seus maiores compositores, Agenor de Oliveira, um servente de pedreiro que usava um chapéu cuco para se proteger do sol e que ganhou dos amigos o apelido de “Cartola”.

A música de Cartola chegou ao rock nacional através de Cazuza, que regravou seu clássico de 1976 “O Mundo é um Moinho”. Inclusive, suas influências de samba e bossa nova foram um dos ingredientes que culminaram na sua saída do Barão Vermelho, em julho de 1985.

A filmagem original da gravação dessa linda canção acabou de chegar ao YouTube. O cantor fez essa versão em agosto de 1988 especialmente para o disco Cartola Bate Outra Vez, nos Estúdios Sigla, no Rio de Janeiro.

“O Mundo é um Moinho” foi composta para Creuza Francisca dos Santos, filha adotiva de Cartola, que na letra reflete suas preocupações com as armadilhas que o munda pode lhe pregar.

Cazuza canta esta parte da letra assim: “Preste atenção, o mundo é um moinho. Vai triturar teus sonhos tão mesquinhos”, ou seja, dizendo que os sonhos da menina são mesquinhos. No entanto, a versão original de Cartola diz: “Vai triturar teus sonhos, tão mesquinho”, a palavra mesquinho aparece no singular e seguida de vírgula, indicando que o mundo é mesquinho e não sonhos da garota.

Confira esse clássico da música brasileira sem nenhum retoque na interpretação do Poeta do Rock Nacional:



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS