Promoção - TEMOS VAGAS 2024 | Lollapalooza

Morre aos 107 anos Viola Smith, pioneira da bateria

Redação 89

Morre aos 107 anos Viola Smith, pioneira da bateria imagem divulgação

Viola Smith, conhecida como a primeira mulher a trabalhar como baterista profissional, morreu aos 107 anos na última quarta-feira (21) em Costa Mesa, na Califórnia, Estados Unidos.

Nascida em 29 de novembro de 1912, em Mount Calvary, no estado americano de Wisconsin, Viola foi uma das primeiras mulheres profissionais do instrumento e tocou em orquestras e em bandas só para mulheres, as chamadas All Girls Bands. Em 1930 recebeu o título de “baterista mais rápida do mundo”.

Em sua extensa carreira, Viola participou de vários espetáculos da Broadway, incluindo Cabaret, e também deu um concerto para o então presidente americano Harry Truman, em 1949.

A lendária baterista liderou sua própria banda, Viola and Her Seventeen Drums por vários anos e até 2016 atuava no grupo Forever Young, formado somente por veteranos.

Além de sua contribuição para o reconhecimento das mulheres no mercado do entretenimento, Viola Smith foi pioneira em tocar com bumbo duplo, o que anos mais tarde se tornaria uma ferramenta para bateristas de rock. Todo o desenvolvimento da indústria fonográfica ao longo do século XX até a recente popularização do streaming foi testemunhado por essa lendária baterista, que certamente foi a musicista que mais tempo esteve em atividade no mundo. #RIPViolaSmith



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS