SUPERBANNER BONÉ RS

Brian Wilson e Al Jardine criticam Mike Love por usar o nome Beach Boys em evento de Donald Trump

Redação 89

Brian Wilson e Al Jardine criticam Mike Love por usar o nome Beach Boys em evento de Donald Trump imagem divulgação

A corrida presidencial nos Estados Unidos mexeu com um dos grupos mais importantes da história do rock, os Beach Boys. Neste domingo Mike Love levou a lendária banda para um evento beneficente da campanha de Donald Trump em Orange County, na Califórnia. De imediato, os ex-membros Brian Wilson e Al Jardine se manifestaram contra a performance.

“Não temos absolutamente nada a ver com o evento de hoje do Trump, em Newport Beach. Zero”, disseram Wilson e Jardine à revista Variety, através de um porta-voz. “Nós nem sabíamos disso e ficamos muito surpresos ao ler sobre isso no Los Angeles Times”, acrescentaram.

O evento visava arrecadar dinheiro para a reeleição de Trump e teve ingressos que foram vendidos a US$ 2.800 para ver de perto o presidente com os Beach Boys.

Na verdade, os fãs sabem que a banda de Mike Love não são os Beach Boys. A questão é que ele tem a licença para usar o nome, então, todas as suas apresentações são denominadas como sendo da icônica banda californiana.

A última vez que Wilson e Jardine tocaram com o nome de Beach Boys foi em 2012 para sua turnê de reunião. Acredita-se que em 2021 eles podem se reunir para celebrar os 60 anos da banda. Algo que foi cogitado no anúncio de Mike Love, no mês passado, para os primeiros concertos em formato drive-in do grupo.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS