Promoção - TEMOS VAGAS 2024 | Lollapalooza

Conheça a história do Senhor Acepipes: “Na minha família, o coração da casa sempre foi a cozinha”

Pamela Espindola

Conheça a história do Senhor Acepipes: “Na minha família, o coração da casa sempre foi a cozinha” imagem divulgação

A 89 lançou recentemente a campanha, “Unidos Pelo Pequeno 89”, o projeto começou no Instagram de Dennys Motta, apresentador do programa Quem Não Faz Toma. Há um mês, a 89 abraçou a causa para ação que visa divulgar gratuitamente um dos setores mais afetados pela pandemia do coronavírus: os pequenos empreendedores.

Agora, além de continuar ajudando as empresas, vamos compartilhar diversas histórias de empreendedores que estão participando da campanha. Pessoas que começaram do zero e conseguiram conquistar seus sonhos.

Para começar, vamos conhecer a trajetória da empresa Senhor Acepipes, que nasceu em 2015, através da paixão pela cozinha de Rogério de Freitas. 

“No final de 2015, insatisfeito com a área que atuei por 20 anos, resolvi realizar meu sonho e investir na minha paixão: a cozinha. Sempre criei molhos, temperos e receitas, me via facilmente trabalhando com isso. Senti que era o momento e, mesmo receoso, fui em frente. Me realizei desde o primeiro dia. Sabe aquele sentimento de estar no lugar certo? É isso”, contou o empreendedor.

Sabemos que para realizar os grandes sonhos, é preciso vencer os obstáculos.

Quais foram os maiores desafios como empreendedor?

Rogério: “Empreender no Brasil não é fácil. O desafio é sobreviver com tanta burocracia, com todos os obstáculos fiscais, legais e financeiros. Falta incentivo e respeito ao pequeno produtor artesanal. Triste é ver uma fatia tão gorda do seu ganho ficar para o governo e empresas de cartões”.

Rogério contou que a escolha pelo segmento da alimentação surgiu naturalmente, o que segundo ele está no DNA da família.

 

“Na minha família o coração da casa sempre foi a cozinha onde reside a maior parte das memórias da minha infância. As melhores lembranças envolvem refeições generosas, cheias de sabor e muita criatividade”, relembrou.

O nome da marca é peculiar: Rogério explicou que o nome Acepipe é um prato servido para abrir apetite, como aperitivo e petisco. Também revelou que trata-se de uma homenagem.

“Sabe quando você vai para o Happy Hour e encontra uma mesa forrada de delícias para se servir?  Os portugueses chamam de mesa de Acepipes. Acepipe é aquele prato servido para abrir o apetite; aperitivo, petisco… Na verdade Acepipe é utilizado para qualquer comida bem feita e apetitosa. Os amigos sempre brincavam dizendo que eu era o Senhor dos Acepipes…E eu, como filho de portugueses, resolvi homenagear as raízes”, contou.

Assim surgiu o Senhor Acepipes, loja com produção artesanal e fórmulas autorais de pimentas, molhos, temperos e conservas.

“Todas as receitas são autorais, minhas alquimias. Tenho tantas ideias, produtos para lançar…Por isso confio que é só o começo”, falou.

Qual é o seu maior sonho como empreendedor (ainda não realizado)?

Rogério: “São muitos sonhos. Ter loja própria, aumentar a produção, a distribuição, exportar”.

Rogério ainda revelou como está a batalha diária de manter a sua empresa em pé durante a pandemia do novo coronavírus.

Como se reinventar durante a crise?

Rogério: “Em nosso caso tivemos que procurar parcerias, outros canais de divulgação e venda. Ainda estamos em adaptação. Certo é que, sem ajuda dos clientes, amigos e incentivadores, como a 89FM, ficaria impossível resistir”, disse.

Quais sãos suas dicas para quem pretende abrir um negócio?

“Acreditar. Fazer o que ama. Persistir. Resiliência é essencial”, finalizou.

Para conhecer mais sobre a empresa e seus produtos, acesse o site oficial do Senhor Acepipes.

 

 



COMPARTILHE